Nesta sexta-feira, 7, o deputado federal Ted Conti vai coordenar uma mesa-redonda para debater os impactos da construção do viaduto em Amarelos. O objetivo da discussão é entender as consequências desta obra, realizada pela Concessionária Eco 101, para a população local e pensar soluções para este problema.

Deputado federal Ted Conti vai coordenar uma mesa-redonda para debater os impactos da construção do viaduto em Amarelos.

Com a implementação da obra no local, os moradores da região, foram diretamente impactados. Uma moradora, por exemplo, tem um pequeno comércio na região, muito próximo a sua residência, mas a praça do pedágio foi construída exatamente entre sua casa e seu trabalho. Desde então, para ir e vir precisa pagar pedágio.

“A concessionária Eco 101 no início, nos dava duas passagens para ir e duas para voltar por dia, então, não pagávamos. Mas isso era válido para um carro por família, no caso eu tinha dois carros e essa “gratuidade” era válida apenas para uma placa. Do último ano pra cá, eles reduziram e passaram de dois pra um. Ainda temos problemas com o local do ponto de ônibus e a criação de uma passarela para travessia mais segura dos pedestres”, relata a moradora.

A realização desta discussão é fruto de um requerimento aprovado na Comissão Externa – Fiscalização da concessionária Eco 101 – ES, da Câmara dos Deputados, de autoria do deputado federal Sérgio Vidigal. “Nós precisamos ouvir as partes envolvidas e buscar uma solução para os problemas. Entendemos que mudanças geram impactos, que inovações devem ser feitas em benefício da maioria da população, mas é preciso identificar se toda esta transformação não tem gerado problemas que podem ser solucionados de modo a garantir o bem estar de todos”, destaca o deputado Ted Conti.

Serviço:
Mesa-redonda onde serão avaliados os impactos sociais da construção de viaduto em Amarelos
Data: 7 de fevereiro (sexta-feira)
Local: Auditório da Secretaria Municipal de Educação – Rua Santa Clara, n° 13, Bairro Sol Nascente – Guarapari.
Horário: 9 horas

Deixe seu comentário