Foi como professora que Claudia Fuzer, 41 anos, viu a necessidade de mudar alguns processos na vida acadêmica. Preencher pautas manualmente e lançar notas, por exemplo, demandavam muito tempo e acabavam levando horas preciosas do seu dia. Em 2001 surgiu a ideia de otimizar não só os processos em sala do professor, como também em todo âmbito escolar. Em 2010 Claudia fundou a empresa e desenvolveu então o Escolaweb, um software de gestão para instituições de ensino.

Claudia Fuzer, 41 anos, viu a necessidade de mudar alguns processos na vida acadêmica.

Hoje, anos depois, a empresa é considerada a maior startup de Guarapari e atende mais de mil escolas em 24 estados do país. O que antes contava apenas com um funcionário, hoje já emprega 50 pessoas e ainda tem muito a crescer.

“Eu comecei apenas com uma mesa e uma programadora, que no caso era eu mesma. A ideia foi dando certo e foi surgindo a necessidade de contratar mais pessoas. Somente no início deste ano foram 17 contratações e estamos com mais algumas programadas até o final de 2019”, afirma a CEO da empresa.

O sistema tem ganhado o coração das escolas por otimizar processos complicados da gestão com design intuitivo e simples. Por ele a instituição consegue, por exemplo, gerenciar a secretaria, setor financeiro, biblioteca, almoxarifado e até a portaria. Além de contar com funcionalidades para otimizar o trabalho do professor e a vida acadêmica do aluno.

“Nosso software também conta com um aplicativo com funções exclusivas como um chat, rede social própria, corretor de provas e matrícula 100% digital. Queremos não só facilitar a vida acadêmica mas queremos também melhorar a comunicação da escola com as famílias”, afirma.

Mãe de duas meninas, Claudia também viu a necessidade de aproximar a escola dos pais. Pelo aplicativo desenvolvido na empresa, as famílias conseguem ter acesso as notas, cronograma de aula, cardápio escolar, recados e até aos horários de entrada e saída dos filhos. O grande lançamento do ano também foi pensado nesta questão: uma rede social exclusiva para a escola, onde é possível postar fotos e vídeos e curtir e comentar nas publicações.

Em 2010 Claudia fundou a empresa e desenvolveu então o Escolaweb, um software de gestão para instituições de ensino.

“Hoje nós temos várias redes sociais, mas nenhuma delas é segura para esta finalidade. Ficar postando o dia a dia das crianças em domínio público é uma prática perigosa e por isso desenvolvemos essa ferramenta. Os pais vão conseguir acompanhar o que os filhos estão fazendo na escola sem que isto esteja disponibilizado na rede”, conta.

Softwares de gestão podem otimizar o trabalho da equipe e deixa-las mais produtivas para tarefas que requerem mais atenção, e uma escola que se adequa aos avanços tecnológicos consegue fidelizar seus alunos e captar mais estudantes. Ainda para 2019 Claudia promete mais novidades e sonha em estar presente no Brasil inteiro.

“Falta pouco! Somente três estados ainda não utilizam a nossa plataforma. Nosso objetivo é ajudar as instituições e estamos procurando sempre inovar. Até o final do primeiro semestre vamos lançar a nova versão do nosso sistema e estamos desenvolvendo várias funcionalidades inovadoras. Em breve o Escolaweb vai contar com uma assinatura digital, o que vai facilitar esse processo de matricula e rematrícula – chega de pais terem que ir até a instituição para fazer isto, precisamos otimizar esse processo. Também estamos desenvolvendo uma plataforma de gamificação e enquetes que vão ajudar dentro de sala”, finaliza Claudia.  

Deixe seu comentário