Na última sexta-feira (19) o tenente coronel Rogério Maciel Barcellos assumiu o comando do 10º Batalhão (Guarapari) da Polícia Militar. Em uma cerimônia reservada, com a presença apenas de militares, Barcellos substituiu o tenente coronel Altiere, que ficou pouco mais de dois meses à frente do batalhão de Guarapari. (veja aqui)

Barcellos recebeu a reportagem do Portal 27 para falar sobre o que a população de Guarapari pode esperar da PM sob o comando dele. Há 25 anos na corporação, ele tem passagens por vários batalhões no Estado.

Portal 27: O que a população de Guarapari pode esperar do senhor como comandante do 10º Batalhão?

Barcellos: As instituições policiais devem primar, no seu trabalho, pelo bem mais precioso, que é a vida. Meu objetivo como comandante é a diminuição dos índices de criminalidade. Posso até não conseguir, mas eu vou me esforçar ao máximo para alcançar isso. Tanto eu como todos os policiais do 10º Batalhão.

Tenente coronel Rogério Maciel Barcellos. Foto: João Thomazelli/Portal 27
Tenente coronel Rogério Maciel Barcellos. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Portal 27: Sobre esta onde de assaltos e arrombamentos a comércios na cidade o senhor pretende tomar alguma providência imediata para tentar coibir este tipo de crime?

Barcellos: Sim, teremos ações especificas neste sentido. Como estou me inteirando das estatísticas dos crimes na cidade, vamos intensificar as operações que já estão sendo realizadas cotidianamente, vamos realizar megaoperações para chegarmos neste objetivo de diminuição de crimes contra o patrimônio na cidade.

Portal 27: De imediato, o que vai mudar com o seu comando?

Barcellos: Ao chegar na unidade eu percebi que está tudo muito bem estruturado, tanto em termos operacionais como administrativos. É óbvio que cada comandante tem o seu perfil, mas vamos manter os programas correntes como a Patrulha Escolar, por exemplo.

Portal 27: Como vai funcionar este programa?

Barcellos: Em um primeiro momento estamos visitando as escolas do município, (já foram 40 escolas) e estamos fazendo um diagnóstico dos problemas enfrentados, tanto pelos professores com pelos alunos, e a partir daí vamos começar a estruturar os planos de ação.

Portal 27: Ficou algum tipo de mal estar sobre a saída do tenente coronel Altiere do comando do 10º batalhão? (entenda o caso)

Barcellos: Eu recebi um convite do próprio Altiere e do Comando Geral para vir para o 10º Batalhão. Houve esta aceitação e foi o próprio coronel que pediu para deixar o comando daqui. Foi uma decisão de foro íntimo dele. Então, não, não teve nenhum mal estar nesta troca de comando.

Deixe seu comentário