Um enxame com mais de 10 mil abelhas foi retirado de um apartamento, localizado na avenida Beira Mar na Praia do Morro, nesta terça-feira (13).

O proprietário do apartamento é o gerente comercial, Willys Bessa, de 30 anos. Ele relatou que mora no  imóvel e que as abelhas estavam no forro da varanda. “Tinha um buraco no forro e um passarinho começou a fazer um ninho então deixei. De repente as abelhas começaram a aparecer e tomaram o ninho do passarinho. Tentei ver com os bombeiros para retirar, mas eles não tiram mais então fui deixando”.

O especialista em remoção de enxames, Thiago Ramos, relatou que eram mais de 10 mil abelhas e elas estavam no local há dois anos. Imagem: Thiago Ramos

Willys contou que usava a varanda normalmente e nunca foi picado pelas abelhas, mas decidiu retirá-las porque da preocupação dos proprietários dos comércios que ficam embaixo do apartamento. “Elas iam para o Morro da Pescaria fazer a polinização e o pessoal das lojas de baixo ficou com medo então decidi tirar”.

O apicultor e especialista em remover enxames, Thiago Ramos, foi quem fez o serviço. Ele relatou trabalha com remoção de enxames há cerca de um ano e este foi o maior que já retirou. Segundo Thiago, as abelhas já estavam ali a bastante tempo. “Acredito que tinham mais de 10 mil abelhas. Era uma colmeia de 2 anos e ninguém tinha mexido na colmeia. Ela estava intacta e nem mel foi tirado”, disse o especialista.

O gerente comercial confessou que ficou surpreendido  com a quantidade de abelhas. “Fiquei surpreso e achei muito bonito. Pena que é muito grande para um apartamento. O rapaz que retirou vai levar para o sítio, colocar no apiário e cuidar delas”.

Segundo o especialista em remoção de enxames, foram retirados dois baldes de 10 litros com favos de mel. Foto: Thiago Ramos

Além das abelhas, também foi retirado o mel produzidos por elas. “Tirei dois baldes de 10 litros pela boca de favo de mel”, relatou Thiago.

O proprietário do imóvel vai receber o mel que foi produzido pelas abelhas e já faz planos para o produto. “Vou dar para os vizinhos, familiares e o resto vou comercializar”, afirmou Willys.

Remoção de enxames. O Centro de Controle de Zoonoses orienta os contribuintes para que liguem para o órgão quando houver alguma ocorrência de abelhas, marimbondos ou outros insetos. Em caso de abelhas localizadas em postes, a EDP Escelsa deve ser acionada imediatamente. Centro de Controle de Zoonoses: (27) 3262-1456 / 3262-1271 / 0800-283-9543

Deixe seu comentário

Comments are closed.