O Governo do Estado apresentou, ontem (7) a noite, um projeto de edital de licitação para selecionar as empresas que vão operar o sistema Transcol na Grande Vitória. O objetivo do projeto é alterar a forma de contratação de empresas e exigir mais qualidade de atendimento aos usuários do transporte coletivo.

Foi anunciado também pela Secretaria de Estado dos Transportes e Obras Públicas (Setop) e pela Companhia de Transportes Urbanos da Grande Vitória (Ceturb) melhorias no serviço – com a oferta de mais ônibus com ar condicionado  – e a implantação de um terminal em Guarapari. Além disso, será feita a integração da bilhetagem eletrônica com os outros sistemas de transporte como o aquaviário.

Há muitos anos a população pede a vinda do Transcol. Foto: Folha Vitória.
Há muitos anos a população pede a vinda do Transcol. Foto: Folha Vitória.

Moradora de Guarapari e universitária em Vila Velha, Thais Lessa, diz que a vinda do terminal para Guarapari irá facilitar a vida de quem precisa ir sempre a Grande Vitória. “Acredito que vá ficar mais fácil ir e vir para Vila Velha e Vitória. Mais barato também. Porque hoje pagamos um absurdo. O transporte para os universitários também vai melhorar. Não vamos precisar desembolsar tanto para estudar. Imagino que para quem busca emprego também será bom, pois vão poder ir para outras cidades já que o Transcol atende vários municípios”, conta.

A audiência pública para discutir melhorias na mobilidade urbana foi realizada no ginásio do Álvares Cabral, em Vitória, com a presença de alguns manifestantes do movimento popular “Não é por 20 centavos, é por direitos ES”. Com cartazes, eles voltaram a pedir o fim do pedágio da Terceira Ponte e da Rodovia ES 010, a reabertura do Aquaviário de Vitória e a implementação da tarifa zero e ciclovias para as principais vias da Grande Vitória.

Com informações do Folha Vitória.

Deixe seu comentário