O Governo do Estado publicou hoje (05) um edital para contratação do Cerco Inteligente de Segurança. A novidade foi divulgada pelo governador Renato Casagrande, através de transmissão ao vivo pelas redes sociais. O edital do projeto, que prevê diversas implantações, será publicado amanhã, no Diário Oficial.

O Cerco Inteligente já é usado na cidade de Vitória. Foto: divulgação

Objetivos. O objetivo desse Cerco Inteligente é otimizar o monitoramento da segurança pública, do trânsito, do meio-ambiente e do fazendário. Essa fiscalização também se estende às operações em rodovias estaduais. Outro objetivo dessa plataforma é transmitir aos órgãos informações mais rápidas, assertivas e integradas, para, assim, identificar irregularidades como assaltos, sequestros, transporte irregular de carros, etc.

Dentre as implementações, destacam-se Central de Análises e Monitoramento e pontos de coleta e capturas de veículos, atendendo 1500 pistas de acesso aos 78 municípios do Espírito Santo.

160 milhões de reais. A estimativa, segundo a assessoria de imprensa do Governo do Estado, é de que o investimento nesse projeto de segurança seja de R$160 milhões, ao longo de cinco anos, desde a implantação até a manutenção do Cerco Inteligente. Foi ressaltado que o valor deverá ser reduzido após a concorrência entre as empresas durante o processo de contratação.

Implantação. O certrame será realizado no dia 18 de novembro às 14h. Segundo a assessoria, serão admitidos consórcios entre corporações e subcontratações, “para ampliar participação de empresas e garantir competitividade”. A implantação do Cerco Inteligente de Segurança será feita em até 180 dias após a emissão de ordem de serviço.

O Cerco Inteligente será implantado em fases, sendo que a primeira dela contemplará os municípios da Grande Vitória e suas fronteiras. Logo após, será expandido para os municípios do interior.

“Estamos publicando esse edital para incorporar tecnologia no combate à criminalidade. Não é uma tarefa fácil devido a audácia dos grupos criminosos e até pela capacidade de aquisição de armas e equipamentos que os criminosos têm. Por isso, temos que estar um passo à frente e usar a tecnologia para inibir esses atos criminosos. O Cerco Inteligente já é usado na cidade de Vitória e agora será estendido primeiramente para a Região Metropolitana. As faixas de pedestres e balanças de cargas serão monitoradas, bem como toda a vigilância da Fazenda e do Meio Ambiente voltadas à proteção dos capixabas”, explicou o governador Casagrande.

A estimativa, segundo a assessoria de imprensa do Governo do Estado, é de que o investimento nesse projeto de segurança seja de R$160 milhões, ao longo de cinco anos, desde a implantação até a manutenção do Cerco Inteligente.

Segurança. O diretor geral do Detran|ES, Givaldo Vieira, ressalta que a tecnologia já é uma aliada do órgão e o Cerco Inteligente vai contribuir para aumentar a segurança das pessoas nas vias do Estado.

“Já utilizamos um sistema de inteligência artificial e analítica para fortalecer a identificação, prevenção e o combate às fraudes na estrutura do trânsito nos procedimentos relacionados a veículos, habilitação e infrações. A partir da integração com o Cerco Inteligente, o Detran também terá uma ferramenta qualificada para a criação do Observatório Estadual do Trânsito, pois o sistema tem capacidade de fazer cruzamento de dados e obter informações fidedignas sobre estatísticas do trânsito. Com isso, acreditamos que a tecnologia será uma ferramenta importante para termos também um trânsito mais seguro”, afirmou Vieira.