Os guarda-vidas que trabalham nas Praias de Guarapari estão questionando melhores pontos de apoio para trabalhar. A categoria alega que os já conhecidos cadeirões, não atendem à demanda. Eles tinham a esperança de ganhar melhores condições de trabalho com a reforma da orla da Praia do Morro. A Prefeitura, alega que está fazendo o projeto de um novo local de apoio da Praia do Morro, mas por enquanto, eles vão continuar com os cadeirões.

Guarda-vidas querem novos pontos de apoio em Praias de Guarapari. Foto: Laura Botechia.

Em um dos pontos, os guarda-vidas contaram que recebem o apoio de moradores para guardar seus equipamentos de trabalho. “Já tivemos celulares furtados, quando fomos fazer resgate, por que não tem lugar para guardar. No nosso ponto, recebemos o apoio de moradores, para guardar os life-belts e demais equipamentos em um prédio perto daqui”.

O guarda-vidas, que trabalha na orla há mais de 10 anos, e pediu para não ser identificado, contou que esse é um pedido antigo da categoria. “Quando a praia está lotada, perdemos muita visão, pois esse cadeirão deveria ser mais alto. Se chove ou faz sol, ficamos aqui nesse local que não oferece uma cobertura e estrutura adequada para nós”.

Guarda-vidas do centro usam quiosque como ponto de apoio

No centro de Guarapari, os guarda-vidas contam com um quiosque na Praia da Areia Preta, onde guardam seus pertences e utilizam o local para apoio dos profissionais. No entanto, eles alegam que foram informados que o espaço será destinado para outro fim.

“Aqui no Centro nós não temos cadeirão, porém o quiosque é o nosso ponto de apoio. Mas agora a Prefeitura quer destinar o quiosque para outra secretaria. E como nós vamos ficar? A nossa comunicação de uma praia para outra é via WhatsApp e precisamos de lugar para guardar nossos pertences”, comentou outro guarda-vidas que pediu para não ser identificado.

Assunto é debatido no plenário da Câmara.  A falta de pontos de apoio nas Praias de Guarapari para os guarda-vidas foi assunto na Câmara de Vereadores na semana passada. A vereadora Fernanda Mazzeli, comentou durante sua fala na sessão sobre a situação dos guarda-vidas do Centro.

“Os guarda-vidas ficam à mercê. Eles não têm condições adequadas de trabalho, poderiam ser informadores turísticos, e agora eles querem tomar deles o único ponto de apoio que conquistaram que é o quiosque. A prefeitura precisa tomar providências”.

Prefeitura vai construir novos pontos de apoio para Guarda-vidas

Prefeitura está fazendo o projeto de um novo local de apoio da Praia do Morro. Foto: Laura Botechia.

A Prefeitura informou por meio de nota, que a Secretaria Municipal de Análise e Aprovação de Projetos (Semap) está fazendo o projeto de um novo local de apoio da Praia do Morro, que será construído em frente ao acesso da Avenida Munir Abud, até lá, eles continuam no mesmo ponto de apoio. Informou ainda, que no momento, os profissionais irão continuar com os cadeirões, mas futuramente a intenção do município é substituí-las.

Nas praias do Centro será montado um ponto de apoio próximo à praça localizada na Praia das Castanheiras. O módulo que hoje é utilizado apenas para guardar os pertences e equipamentos dos salva vidas será readequado para receber um Centro de Atendimento ao Turista. Enquanto que os equipamentos e pertences dos salva vidas serão guardados no Radium Hotel, a poucos metros do módulo.

Até o presente momento os Guarda-vidas continuarão utilizando aplicativo para se comunicar, de forma que através do mesmo, o processo de registro de ocorrências se torna mais prático e ágil e também permite que os guarda-vidas realizem a entrega de crianças perdidas aos seus pais de forma rápida.

Atualmente 87 guarda-vidas atuam na orla do Município de Guarapari. Os profissionais são distribuídos nas praias de maior fluxo e de acordo com o índice de ocorrências/risco .

Deixe seu comentário