Dois bandidos armados renderam o dono de uma relojoaria em Guarapari e um deles acabou baleado. Na hora do assalto, o comerciante contou que foi ameaçado, reagiu e tomou a arma do bandido atirando contra ele. O assaltante baleado foi preso e o comparsa fugiu.

O assalto aconteceu por volta das 12h, da última sexta-feira (19), em uma relojoaria que fica na Avenida Ewersom de Abreu Sodré, em Muquiçaba. O comerciante, que pediu para não ser identificado contou que assim que os bandidos entraram na loja, anunciaram o assalto e tentaram levá-lo para oficina onde fica o caixa e as mercadorias.

Assaltos terminaram em tiro. Foto: Jamille Scopel

“Eu estava terminando de atender um cliente, eles chegaram anunciando o assalto. Eu percebi que eu podia dominar um deles, e consegui segurar a arma de um, mas ainda havia outro que apontava a arma para mim. Eles me ameaçavam o tempo todo e na luta a arma disparou e atingiu um dos bandidos”,  contou o comerciante.

Assim que um dos bandidos foi baleado, populares escutaram o tiro e chamaram a polícia. O comparsa fugiu e na fuga acabou caindo na calçada da loja, mas conseguiu escapar.

A loja possui câmeras, mas os equipamentos não estavam funcionando, pois apresentaram problema há cerca de quinze dias.

Segundo o comerciante, em dez anos que tem a loja, essa foi a terceira vez que foi assaltado. Em 2007, ele foi baleado na clavícula e a bala ficou alojada. Em dezembro do ano passado, ele contou que os bandidos entraram na loja e ele acionou o alarme. Os assaltantes foram embora sem levar nada.

De acordo com o Comandante de Patrulhamento da Unidade (CPU),  Tenente Alexandre Barbosa Vieira, a Polícia Militar tem feito operações diárias para coibir esse tipo de ações.

“Nós estamos com o efetivo empenhado em ações, porém percebemos que tem ocorrido migrações dos crimes. Quando agente atua nos bairros, eles vão para o Centro, quando vamos para os bancos eles voltam para a periferia”, disse o tenente.

Alertou ainda, que em caso de assaltos os comerciantes não devem reagir.

Assaltos terminaram em tiro. Foto: Jamille Scopel

“A PM aconselha a qualquer comerciante a não reagir. E sim guardar todas as informações visuais, para podermos identificar os bandidos”, concluiu.

O assaltando baleado, foi atingido no braço e a bala se alojou no tórax. Ele foi socorrido a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Guarapari e encaminhado ao Hospital Antonio Bezerra de Faria em Vila Velha.

Itapebussu

Também na última sexta-feira, por volta das 16h, outro assalto terminou em tiro. Dois homens foram presos em flagrantes, eles assaltaram uma oficina chamada “Guarapari Diesel” onde uma moto foi furtada. Na fuga, um policial, que estava a paisana, viu os moradores gritaram e atirou em um dos bandidos, que foi atingido no braço. Eles foram detidos e o baleado foi levado para a UPA do município, já o outro foi encaminhado ao DPJ. Com ele foram apreendidos 2 revólveres e outros objetos.

Texto: Rosimara Marinho e Vinicius Rangel.

Deixe seu comentário