Dois adolescentes de 16 e 17 anos foram baleados nesta terça-feira (23) por volta das 13h30 na Praia do Morro em Guarapari. Até um helicóptero da Polícia Militar foi usado para recapturar o acusado do crime que segundo a PM, teria fugido em direção aos bairros Jabarai e Perocão que ficam do outro lado da cidade.

A dupla tentativa de homicídio aconteceu na Travessa Leblon, na Praia do Morro, em Guarapari, região conhecida da Polícia pelo tráfico de drogas. Testemunhas contaram aos policiais que atenderam a ocorrência, que viram os dois adolescentes e o acusado discutir e que após a discussão, o acusado buscou uma arma e atirou nos dois menores acertando um deles com dois tiros e o outro com três.

Perseguição pelos bairros. Foto:: Renato Ferraz
Perseguição pelos bairros. Foto:: Renato Ferraz

Os adolescentes foram socorridos até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Guarapari e encaminhados para o Hospital Infantil de Vitória. Segundo familiares de uma das vítimas, um menor está em coma e o outro aguarda para fazer cirurgia.

Um mecânico montador de 29 anos, que é irmão de uma das vítimas e pediu para não ser identificado, contou que após os tiros, o irmão do acusado passou com o carro em cima de uma das vítimas. “Se ele atropelou o menino, querendo ou não ele teve participação no crime. Se eles não tivessem atropelado os dois teriam fugido”.

Vários PMs estiveram na perseguição.
Vários PMs estiveram na perseguição.

A Polícia Militar prendeu o motorista do carro, que teria atropelado um dos adolescentes, junto com o veículo, um Picasso preto placa MRD-9373. O suspeito foi encaminhado ao DPJ de Guarapari, e até o fechamento da reportagem aguardava para prestar depoimento.

Vários policiais estiveram na busca aos acusados.
Vários policiais estiveram na busca aos acusados.

No entanto o suspeito conversou com a reportagem e tentou se defender. “Eu estava no lugar errado, na hora errada. Havia acabado de buscar meu filho na escola, quando cheguei vi os adolescentes baleados e meu irmão me pedindo que levasse ele dali”, contou.

Segundo o Comandante do Patrulhamento da Unidade (CPU), do Décimo Batalhão da PM, Subtenente Fábio Rodrigues, um helicóptero da PM e seis viaturas fizeram buscas em Jabarai e Perocão atrás do acusado que teria fugido em direção ao mangue, mas até o início da noite ele não foi localizado.

Por Rosimara Marinho

Deixe seu comentário