Uma ação conjunta entre agentes da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio  (Depatri) e agentes da Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV ) resultou na prisão de Tiago Pereira Souza, de 26 anos e Cleison Santos da Luz, de 20 anos, na noite desta terça-feira (08), em Vila Velha. Eles são acusados de fazer um arrastão em diversos bairros de Guarapari também nesta terça-feira (08).

Cleison (de cinza) e Tiago (de preto ) são acusados de cometer um arrastão em diversos bairros de Guarapari, nesta terça-feira (08).

O delegado titular da Depatri, Marcos Nery, contou que as vítimas do assaltos relataram que dois homens com uma pistola e uma moto preta roubaram diversos aparelhos  celulares pela cidade e seguiram para Vila Velha. Com base  nestas informações os policiais realizaram diligências e localizaram os detidos na rua Jardel Filho.

“Eles confessaram os crimes e indicaram que os aparelhos estavam em cima de uma árvore. No local foram encontrados 16 telefones em uma sacola e o simulacro de arma de fogo utilizado para intimidar as vitimas”, relatou o delegado.

Segundo Nery, os detidos e a arma foram reconhecidos pelas vítimas. Ele ressaltou que constantemente simulacros tem sido usados por bandidos para cometer crimes e que desde 2013 já enviou diversos oficios para órgãos estaduais e federais alertando sobre a facilidade com que eles adquirem essas armas falsas.

Celulares recuperados pela polícia após o arrastão cometido por Cleison e Tiago.

“Toda semana tem apreensão de simulacros de armas de fogo que foram utilizadas em crimes. Esses dois indivíduos conseguiram roubar mais de 10 pessoas utilizando um simulacro de pistola”, revelou o titular da Depatri .

Ainda de acordo com o delegado, Tiago e Cleison são da Bahia, moram em Vila Velha e não tinham passagem. Eles foram autuados por roubo marjorado pelo concurso de pessoas, em 15 vezes, por crime continuado. Ou seja, como o crime foi cometido por mais de uma pessoa e em sequência contra várias vítimas o delegado entendeu que se tratou de crime continuado. Por isso, a pena aplicada poderá ser aumentada em até um  terço.

Deixe seu comentário

Comments are closed.