“Preciso colocar minha filha de 1 ano e 9 meses na creche, mas não consigo vaga, e nessa fase a criança precisa de ir para escolinha para se desenvolver. Para eu poder trabalhar tive que trazer minha cunhada de 16 anos de Baixo Guandu para morar com a gente e tomar conta dela, mas mesmo assim só consigo trabalhar à noite porque ela estuda. Queria arrumar um emprego durante o dia e não posso por isso”, disse a chapeira Adila dos Santos, de 19 anos.

Segundo o vereador Denizart Luiz do Nascimento, a prefeitura comprou a casa ainda na gestão do ex-prefeito Antônio Gotardo para construir a creche do bairro.

Essa é a realidade de muitas mães que moram em Perocão. O bairro não tem creche e por isso, muitas delas recorrem aos bairros vizinhos para matricular seus filhos nas creches e nem sempre conseguem vagas.

A atendente de lanchonete Raquel Siqueira dos Santos, de 25 anos, passa por essa situação. Ela tem um filho de 3 anos que estuda na creche do bairro Jabaraí desde um pouco mais de um ano de idade, mas não consegue vaga para o filho mais novo.

“Tenho um filho de 7 meses e não consigo vaga na creche para ele na creche do Jabaraí. Fui na Semed e a lista está muito cheia, me falaram que só vai ter vaga no ano que vem e mesmo assim no meio período porque não tem mais vaga para o período integral. Só posso trabalhar no final de semana porque não consegui vaga para ele. Se tivesse vaga, trabalharia a semana toda. Uma creche aqui no bairro facilitaria muito para a gente e abriria vaga para um monte de outras crianças também”.

O imóvel foi depredado e virou abrigo de moradores de rua.

500 mil. Segundo o vereador Denizart Luiz do Nascimento, o desejo dessas e de muitas outras mães do bairro já era para ter se tornado realidade porque há alguns anos a prefeitura comprou uma casa no bairro para fazer uma creche. “A casa fica na rua Professora Dalva Simões da Rocha e foi comprada na gestão do Antônio Gotardo com um cheque à vista no valor de R$ 500.000,00. O intuito ali era fazer uma creche, mas ela nunca saiu”.

“Nós precisamos que aquilo ali realmente vire uma creche com urgência”, diz Denizart

O parlamentar afirmou que o imóvel ficou muitos anos parado e acabou sendo depredado. “As pessoas começaram a depredar e retiraram janela, porta, marco. O pessoal da rua começou a retirar aí veio o pessoal da que trabalha na Obras e foi lá e tirou também. Depois disso comecei a reclamar e eles colocaram os tapumes no local. Nós precisamos que aquilo ali realmente vire uma creche com urgência”, diz.

O vereador também relatou que o local estava sendo usado como abrigo de pessoas em situação de rua. “Pressionei a Secretaria de Assistência Social porque estava virando abrigo de moradores de rua para tirar o pessoal porque ali era para ser a creche. Depois fui na Semed para saber porque não foi construída a creche, já que nossa região é tão defasada com vagas. Nós temos 491 criancinhas aguardando vaga nas creches, mas até agora o que a prefeitura fez foi colocar os tapumes lá. O resto não tomou providência em nada”, finalizou.

Para tentar conter as invasões e depredação do imóvel a prefeitura colocou tapumes no local.

O Portal 27 procurou a prefeitura para saber se o imóvel realmente pertence ao município e porque a creche ainda não foi construída no local e foi informado que “o espaço citado pertence a Prefeitura de Guarapari, tendo sido desapropriado pela Secretaria Municipal da Educação. Para este espaço temos planejamento da construção de unidade escolar com a oferta de vagas para a Educação Infantil.

Registra-se que não há crianças de idade obrigatória que estejam fora da escola. Mediante a lista unificada de cadastro de crianças 0 à 3 anos que estão fora da escola/creche desconhecemos o quantitativo de 491 crianças que estão fora da creche na região de Perocão. Ressaltamos ainda que na região do bairro Jabaraí disponibilizamos de 02 unidades escolares que atendem crianças da educação infantil dos bairros Perocão e Jabaraí;

A Administração Municipal está elaborando projeto para construção de uma creche no local,  vez que não há como ser aproveitada atual estrutura física. Considerando que o espaço trata-se de um imóvel residencial, sem as instalações necessárias para o recebimento de crianças de 0 a 3 anos.

Sendo válido ressaltar que atual Administração está retomando diversas obras da educação paralisadas para posteriormente lançar novos prédios escolares. Salienta informar que as creches Viviane Araújo e Doralice Gaio Alves, ambas localizadas no bairro Jabaraí, as quais atendem os bairros adjacentes (Perocão e Portal) ainda disponibilizam de vagas para novas matrículas”. 

Comments are closed.