Depois de passar por uma crise logo após a derrota de Casagrande ao governo do Estado, com muitos se desligando ou se afastando do partido, o PSB se reergueu e se fortalece para a disputa de 2018.

Além do próprio Casagrande que pode disputar o governo do Estado ou o senado, o PSB tem em seus quadros, além de Gedson Merízio, que deve disputar uma vaga de deputado, um nome que toma tamanho e pode ser uma opção no Estado ou até mesmo em Guarapari, cidade que tentou por várias vezes, mas que o PSB nunca chegou a governar.

Tyago Hoffmann é mestre em economia, além de ser nascido e criado em Guarapari e pode ser opção de disputa em Guarapari.

E esse nome é Tyago Hoffmann, mestre em economia, nascido e criado em Guarapari, quadro técnico do PSB, que se tornou homem de confiança de Casagrande e entrou de vez na política ao comandar as Subsecretaria Estadual de Saúde, a Secretaria Estadual de Governo e ainda ser Secretário Chefe da Casa Civil durante o governo de Renato Casagrande.  

Atualmente como Secretário Municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura da prefeitura de Vitória, Tyago ganha espaços e pode ser o nome que falta para o PSB ter chances reais de disputar e ganhar a prefeitura de Guarapari.

Quadro técnico do PSB, Tyago se tornou homem de confiança de Casagrande.

Com a carreira que tem com apenas 37 anos de idade, Tyago pode tranquilamente disputar uma vaga de deputado federal ou estadual, ou até mesmo ser o nome do partido para disputar a prefeitura de Guarapari em 2020. “Eu avalio sim com muito carinho a hipótese de uma disputa em 2018. Se eu puder colaborar com o partido, se tivermos um consenso que eu possa ajudar o PSB de alguma forma, com chances de vencer e aumentar os quadros do partido, estou à disposição”, disse Tyago ao Portal 27.

Além disso, Tyago diz que uma disputa para a prefeitura de Guarapari, apesar de estar longe, não pode deixar de ser pensada. “É algo que não descarto, mas não posso bater o martelo agora, pois ainda faltam pelo menos três anos. Mas eu tenho disposição, pois estamos falando da minha cidade. Uma cidade que há muito tempo carece de gestão. Temos muitos problemas e sabemos que existem limitações financeiras, mas tudo poder ser resolvido com equipe qualificada. É possível fazer muito mais do que tem sido feito nos últimos anos”, afirmou.

No mercado político e dentro do PSB não se pode mais descartar o nome de Tyago Hoffmann como uma liderança socialista que desponta no cenário. “Sem dúvida é um nome que pode surpreender. Nos resta aguardar e ver como se comportará o PSB em 2018 e especialmente os movimentos de Tyago Hoffman nos próximos anos. É um nome a ser observado”, disse o jornalista e cientista político, Marcelo Paranhos.

Deixe seu comentário