Banner TOP
JB Padrão

A Delegacia de Crimes contra o Patrimônio de Guarapari (Depatri) apreendeu na tarde de ontem um adolescente de quinze anos suspeito de assaltar um casal de idosos duas vezes em menos de uma semana em Guarapari.

O primeiro crime aconteceu no último domingo (03). Duas pessoas encapuzadas invadiram a casa, onde vive um casal de 78 e 62 anos. Os criminosos renderam as vítimas e levaram aparelho de televisão e outros bens do casal. Na quarta-feira eles voltaram (a polícia suspeita que seja a mesma dupla) e roubaram o aparelho novo de tv que o casal havia comprado para repor o roubado no domingo, um aparelho celular e outros bens pessoais.

163 pedras de crack foram apreendidas na casa do suspeito, além de mais de R$ 1,5 mil.

Mas na hora da fuga, os criminosos deixaram cair o celular e um simulacro de pistola usada no crime. O celular, apesar de travado, tinha a foto do acusado no papel de parede e a polícia conseguiu identificar o suspeito e fazer a prisão. Ele foi levado para a delegacia para serem tomadas as providências cabíveis.

Preso por tentar devolver o celular

Depois do segundo roubo à casa dos idosos, os criminosos perceberam que o aparelho de celular que eles roubaram é um IPhone, o que o torna praticamente inutilizável, pois estava travado, e jogaram fora o aparelho.

Um homem encontrou o aparelho na rua e atendeu uma ligação dos proprietários. Ele disse que havia encontrado o aparelho na rua e que devolveria sem maiores problemas, mas o casal pensou que se tratava de um dos ladrões e acionou a polícia para fazer a prisão do homem.

O casal chegou a reconhecer ele como um dos autores do furto, mas na delegacia ficou claro que o conduzido não teve participação nenhuma no crime e que queria apenas devolver o celular que ele encontrou na rua.

Apreensão de drogas

Em outra ocorrência na manhã de hoje, agentes da  Depatri saíram em diligência para recuperar o celular de uma turista que havia sido furtado. Através do rastreador do aparelho os policiais conseguiram chegar na localização aproximada e abordaram um suspeito.

Kaio Cesar Nascimento Pereira admitiu que o celular estava com a esposa dele. Os policiais foram até a casa onde estava a esposa do abordado e recuperaram o celular, mas para surpresa dos  policiais, na casa também foram encontradas 163 pedras de crack, além de R$ 1.520,00 em dinheiro.

Kaio havia saído da prisão em novembro do ano passado depois de cumprir pena de 12 anos por homicídio. Ele foi conduzido para a delegacia de Guarapari e deve ser autuado por tráfico de drogas e receptação.

Institucional Basic Idiomas
Institucional MAllagutti
Banner Marcelo

Padrão

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here