A Lei Maria da Penha veio para alicerçar as mulheres no combate à violência acometida contra elas. Para discutir essa temática e levantar mais questões sobre os direitos da mulher, será realizado o evento “Nós, Marias: pelo fim das violências contra as mulheres”, em Guarapari, no dia 23 de fevereiro, a partir das 17h30.

Emilly Marques Tenorio – Autora – imagem de divulgação

A iniciativa tem por finalidade o lançamento do livro “Lei Maria da Penha e Medidas de Proteção: entre a polícia e as políticas”, escrito pela assistente social Emilly  Marques Tenorio. Na ocasião, também haverá esquete teatral da Trupe Maratimba, música com Raíssa Castro e Evelyn do Carmo, varal de poesias feministas, sarau e roda de conversa. Um evento feminino feito por mulheres que se importam umas com as outras.

Serviço

Nós, Marias: pelo fim das violências contra as mulheres

23 de fevereiro, às 17h30

Rua Virgínia Martins dos Santos (antiga Rua dos Veranistas), 282, Praia do Morro. Guarapari.

Resumo do livro:

Esta obra nos presenteia com o rigor teórico do feminismo materialista para analisar o fenômeno da violência contra a mulher. Um tema denso e duro, mas, sem perder a profundidade demandada, é desenvolvido por meio de uma escrita leve e envolvente.

O livro tece uma compreensão crítico-feminista do direito e dialoga com uma “criminologia feminista” para além do direito formal e das armadilhas idealistas do punitivismo e da judicialização. Finca-se na concretude das relações patriarcais, racistas e capitalistas. Muito mais que uma simples análise da Lei Maria da Penha, temos em mãos uma rica investigação crítica sobre as instituições e políticas públicas que envolvem a rede de enfrentamento e a rede de atendimento às mulheres em situação de violência. Em particular, “entre a polícia e as políticas”, a autora dá ênfase ao papel da equipe técnica no atendimento às mulheres em situação de violência doméstica e familiar no judiciário.

Em uma posição contrária ao avanço do conservadorismo presente em algumas propostas de alteração da Lei Maria da Penha, a autora não abre mão, em momento algum, do seu explícito compromisso com o feminismo e a emancipação das mulheres. Assim, temos um livro posicionado teórica e politicamente, uma leitura obrigatória para quem compartilha da incessante luta contra todas as formas de violência às mulheres e em defesa da liberdade substantiva.

(Escrito por Mirla Cisne)

Comments are closed.