A Polícia Militar prendeu o homem suspeito de atirar em uma criança na Praia do Morro em Guarapari. A família da criança atingida é de Belo Horizonte em Minas Gerais e estava curtindo o dia na praia, quando tudo aconteceu.  Segundo a polícia o homem teria disparado tiros contra outro homem e um deles atingiu a cabeça do menino de 5 anos. O suspeito de atirar foi detido e conduzido para a Delegacia Regional de Guarapari, onde está sendo ouvido pelo delegado. 

O suspeito de atirar e atingir uma criança foi detido e está na Delegacia Regional de Guarapari. Foto: reprodução vídeo WhatsApp.

O suspeito teria usado uma moto CG preta para chegar até o local onde teria efetuado os disparos. Veja aqui

“Ele pegou a moto sem pedir autorização, tanto que os documentos estavam comigo que estava em outra cidade quando tudo aconteceu. Ele já foi baleado no ano passado em Guarapari, por causa de uma rixa. Ele estava na cidade há pouco tempo, arrumei emprego pra ele, e agora aconteceu isso”, disse o parente que pediu para não ser identificado.

O tiroteio  Testemunhas contaram ao Portal 27 que o suspeito chegou na orla da Praia do Morro em uma moto CG preta, estacionou e saiu com a arma em punho atirando contra outro homem. Foram ouvidos cinco tiros e um desses atingiu a cabeça da criança que estava brincando na areia da praia.

“A gente estava na praia, ele estava brincando na areia, fazendo castelinho com o primo, e nós o chamamos quando ouvimos os tiros na orla e ficamos desesperados gritando”, disse uma avó do menino enquanto aguardava notícias sobre seu estado de saúde no hospital.

A mãe da criança correu para o calçadão com o menino no colo para pedir socorro e uma viatura da PM, passou na hora e levou a vítima para o Hospital Infantil Francisco de Assis, onde recebeu os primeiros atendimentos.

O Hospital Materno Infantil Francisco de Assis, HIFA Guarapari, esclareceu por meio de nota,  que a criança de cinco anos vítima de arma de fogo e ferimento na cabeça deu entrada no hospital na tarde deste sábado (23) e foi prontamente atendida pela equipe de emergência. Após estabilização inicial, ela foi transportada pelo SAMU para o Pronto Socorro Dra. Milena, em Vitória, referência para este tipo de atendimento.

Deixe seu comentário