Uma confusão no sábado (13) quase acaba em tragédia em Guarapari. A primeira informação divulgada é de que de havia acontecido um assalto com reféns na loja Nério e Tânia. A policia foi acionada e estaria em negociação.

Só que no domingo pela manhã outra versão veio à tona e mostrou uma história confusa que quase acaba em morte. Na segunda feira, uma reportagem da TV Guarapari deu detalhes desta segunda versão.

Civil
Delegados, PM e o próprio Marquinhos estavam no local averiguando a ocorrência. Foto. reprodução TV Guarapari

De acordo com informações divulgadas pela TV Guarapari, através de depoimentos das vitimas e imagens de vídeo, a história seria a seguinte.

O policial civil Marcos Godoi, mais conhecido como Marquinhos, teria desconfiado que seria assaltado – dentro da agencia do Banestes de Muquiçaba por dois homens – quando ia efetuar um saque, teria entrado em seu carro, buscado sua arma e atirado contra um deles a queima roupa na barriga.

Só que esses dois homens, não seriam assaltantes. Eles eram funcionários da empresa Nério e Tânia, que fica próximo a agencia do Banestes e estariam ali para efetuar um depósito da empresa. Ainda segundo eles, o policial estaria alcoolizado.

Confira a matéria da TV Guarapari  na integra.

Deixe seu comentário