O projeto de lei (016/2013), que virou a lei 3519/2013,  que institui o ticket alimentação aos servidores municipais – no valor de até R$ 140 reais – que já estava aprovado na Câmara de Guarapari, foi sancionado pelo prefeito Orly Gomes (DEM) no dia 15 de março e publicado hoje (26), em A Gazeta.

O projeto, que gerou muita polemica por uma mudança no texto, divulgada com exclusividade pelo Portal 27, onde em seu Artigo 1º, diz o seguinte no texto: “Fica o Chefe do Poder Executivo autorizado a instituir o auxilio alimentação, em espécie, no valor de até R$ 140,00 (cento e quarenta reais). Para servidores Públicos ativos no âmbito da administração direta.”.

Publicação da Gazeta de hoje.
Publicação da Gazeta de hoje.

A palavra autorizado, que não estava no projeto original, apenas dava liberdade ao prefeito Orly Gomes (DEM), de dar o auxílio, se ele  quisesse  e “quando” ele quisesse. Outro detalhe, ele pode dar “até” o valor de R$ 140,00. Ou seja, pelo lei sancionada, se ele quiser, por exemplo,  dar R$ 10 reais, ele pode. O que ele não tem obrigação, pela lei aprovada,  é dar mais do que R$ 140 reais.

Todo o projeto gerou uma grande polêmica, com alteração de textos, confusão nos bastidores, mas finalmente, a Lei do Tciket,  foi aprovado pelo novo prefeito e nunca mais poderá ser retirada. Resta saber agora qual será o valor oficial.

Deixe seu comentário