A partir de segunda-feira (04), o estacionamento pago será cobrado em dezenove ruas do Centro de Guarapari. Posteriormente, de acordo com a Vista Group Network (VGN), empresa que vai explorar o sistema de estacionamento rotativo na cidade, o serviço será expandido para outras ruas. “Mas de imediato apenas nestas ruas no Centro, com maior demanda de vagas de estacionamento, é que o rotativo vai funcionar”, explicou Elaine Verly, administradora da VGN.

Agentes estão orientando os motoristas sobre o funcionamento do rotativo na cidade. Foto: João Thomazelli/Portal 27
Agentes passarão por treinamento neste fim de semana e começarão a cobrar na próxima segunda-feira. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Valores. O valor cobrado pelo estacionamento rotativo no Centro de Guarapari será o mesmo que já estava previsto anteriormente: meia hora de estacionamento custará R$R$ 1,00 e uma hora R$ 2,00. O proprietário do veículo poderá ficar no máximo quatro horas na mesma vaga. Depois disso ele terá que retirar o carro.

Quem não pagar pelo estacionamento poderá receber multa de R$ 58,00 e perder três pontos na carteira. “Os agentes de estacionamento rotativo não têm poder para multar. Eles vão notificar os agentes de trânsito da secretária de fiscalização sobre os carros irregulares. São os agentes de trânsito que farão a multa”, disse Verly.

Os 60 agentes de estacionamento rotativo que atuarão nas ruas da cidade já foram chamados pela empresa  e neste fim de semana passarão por treinamento para começarem a atuar na próxima segunda-feira.

Foto: Vinicius Rangel
Dos valores arrecadados pela cobrança do rotativo, 34% serão repassados à prefeitura de Guarapari.Foto: Vinicius Rangel

Retorno. Dos valores arrecadados pela cobrança do rotativo, 34% serão repassados à prefeitura de Guarapari e depositado no Fundo Municipal de Trânsito e Transporte. De acordo com Orly Gomes, prefeito da cidade, “agora, com essa porcentagem, Guarapari terá condições financeiras de investir na infraestrutura da cidade, proporcionando mais qualidade de vida a todos”, concluiu.

Entenda o caso

A implantação do sistema de estacionamento rotativo em Guarapari estava suspensa por causa de uma liminar da Justiça concedida à Associação de Comerciantes do Centro, que questionavam a constitucionalidade da Lei que regula o serviço na cidade.

O argumento era de que este tipo de legislação deveria vir do executivo (prefeitura) e não do legislativo (Câmara de Vereadores) como foi o caso.

A partir da próxima segunda-feira proprietários de carros e motos pagarão para estacionar no Centro de Guarapari. Foto: João Thomazelli/Portal 27
A partir da próxima segunda-feira proprietários de carros e motos pagarão para estacionar no Centro de Guarapari. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Depois de ter um pedido para suspender a liminar negado pela Justiça, a prefeitura encaminhou à Câmara na última semana de 2015, uma nova lei de implantação do rotativo, que foi votado em regime de urgência pela Câmara em regime de urgência e aprovado por 11 votos a favor e três contra. Assim a prefeitura acabou com a pendência judicial e autorizou a implantação da cobrança de estacionamento no município.

Os locais onde será cobrado o estacionamento são:

Avenida Joaquim da silva Lima, Praça Ciriaco Ramalhete, Avenida Desembargador Lourival de Almeida, rua Simplício de Almeida Rodrigues, rua Manoel Severo Simões Lima, rua Pedro Caetano, Avenida Doutor Silva Mello, rua Maria Silva, rua Lindolfo Mascarenhas, Avenida Doutor Roberto Calmon, Avenida Davino Mattos, rua Otávio Manhães de Andrade, rua Zuleima Fortes Faria, rua Henrique Coutinho, rua Manoel Lima, rua Getúlio Vargas, rua da Conceição, rua Augusto Mattos e rua Joaquim Castro.

Deixe seu comentário