JB Padrão
Banner TOP

Enquanto se discutem as eleições para deputados estaduais e federais, senadores, governadores e presidente da república, outra eleição também mexe com os bastidores políticos. A eleição dos novos presidentes das Câmaras Municipais. A maiorias dos presidentes termina o seu mandato de dois anos, no fim deste ano e novas eleições tem que acontecer.

Em Guarapari, enquanto o presidente da Câmara, Wendel Lima (PTB), se articula para disputar a eleição de deputado estadual, alguns vereadores se movimentam para disputar a presidência da casa e assumir o posto de Wendel.

Os candidatos são: Wendel, Clebinho, Enis, Grijó, Fernanda e Thiago

O Portal 27 apurou que pelo menos cinco nomes já se colocam nos bastidores. Thiago Paterlini (PMDB), Clebinho Brambati (PTB), Fernanda Mazelli (PSD), Enis Gordin e Marcos Grijó (PDT), além do próprio Wendel que pode disputar a reeleição.

Grupos. Aliás, é o próprio Wendel que define a data da eleição, conforme explicou o nosso colunista Ricardo Rios (confira aqui). Sendo assim a eleição pode acontecer a qualquer momento. Por isso as movimentações tem acontecido desde o final do ano passado. Já se sabe que um grupo de 6 vereadores estaria “fechado” para disputar a eleição da presidência.

Este grupo já teria a formação da nova mesa diretora e três nomes já se colocaram para ser o possível novo presidente do grupo. De acordo com fontes do mercado político, dentre esses três, um deles teria boas chances, por ser mais “leve” e ter uma postura mais “independente”.  

Esse nome agradaria tanto os vereadores que estão na oposição e também seria um nome “não rejeitado” pelo prefeito Edson Magalhães (PSD).  O grupo dos 6 afirma não ser de oposição ao prefeito. “Não somos contra Edson. Apenas queremos uma gestão da Câmara diferente e queremos liberdade para nos manifestar enquanto vereadores” confidenciou ao Portal 27, um dos pré-candidatos a eleição de presidente da Câmara deste grupo, que preferiu não se identificar.

Apoio. Este grupo de 6 vereadores articula para trazer mais 4 vereadores da “base” de Edson, e assim formar uma maioria de 10 parlamentares e sacramentar a vitória na eleição. As conversas e articulações tem acontecido constantemente, pois eles sabem que a qualquer momento a eleição pode ocorrer.

Presidente da Câmara, Wendel Lima (PTB), se articula para disputar a eleição de deputado estadual. Foto: Wilcler Lopes

Por outro lado, Wendel Lima (PTB) é o homem de confiança do prefeito Edson Magalhães (PSD) e tem todos os motivos para tentar sua reeleição, até porque tem divulgado vários resultados positivos em sua gestão, como por exemplo, a questão de ser a segunda Câmara mais transparente do Estado e ter devolvido R$ 1 milhão e 293 mil em recursos para o município investir em saúde.

Batalhas. O problema é que Wendel tem várias “batalhas” para resolver em 2018. Ele disputará uma eleição para deputado, uma eleição para a presidência e ainda pode ter que enfrentar o PSD, seu ex-partido, na justiça, pois saiu da sigla sem o consentimento da direção estadual.

São questões que vão exigir muito do atual presidente, que é um jovem que inicia sua carreira política e logo em seu segundo ano vai ter que trabalhar muito para superar estes desafios.  Como diz o ditado, “alea jacta est”, ou seja, “a sorte está lançada” para Wendel e também para seus adversários na disputa pela presidência da Câmara.

Banner Marcelo
Institucional MAllagutti
Institucional Basic Idiomas
Institucional M Conveniências [banner top]

PMG
Padrão

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here