O clima das Olimpíadas e Paralimpíadas Rio 2016 já toma conta de todo o país desde a última terça-feira (03), quando a tocha olímpica desembarcou na capital do Brasil. De Brasília a tocha segue seu tour por todos os estados da federação.

Após passar pelo Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais e parte do Rio de Janeiro, o Espírito Santo será o terceiro estado da região sudeste a receber a tocha. O símbolo olímpico chega ao Espírito Santo na próxima segunda (16), na cidade de Cachoeiro de Itapemirim, onde pernoita.

Foto: Fernando Soutello
Espírito Santo será o terceiro estado da região sudeste a receber a tocha. Foto: Fernando Soutello

Já na terça (17), a tocha percorre os municípios de Guarapari, Vila Velha e Vitória, onde permanece durante a noite. Pela manhã da quarta (18), o símbolo olímpico inicia seu percurso no último dia em terras capixabas, passando por Serra, Aracruz, Linhares, Colatina e São Mateus, onde permanece durante a noite. Na quinta-feira (19), segue para a Bahia.

O subsecretário de Esportes e Lazer do Espírito Santo esteve na cerimônia da chegada da tocha em Brasília. Fábio Luiz representou os atletas capixabas e disse estar ansioso. “Já senti na pele essa emoção que muitos atletas brasileiros irão sentir em poucos dias. Fico feliz em saber que a tocha vai passar pelo nosso Estado e, mais do que isso, espero que essa passagem acenda a esperança em toda a população”, comentou o medalhista olímpico.

O secretário de Turismo, José Sales Filho, ressaltou a oportunidade única que o Espírito Santo terá para mostrar os atrativos turísticos capixabas. “O Estado terá destaque na mídia internacional durante três dias. A repercussão desse evento reflete positivamente no turismo local, pois o trajeto, além de espalhar o espírito olímpico, divulga os destinos pelos quais a tocha passa”, explicou.

Cecilia Milanez Milanezi, criadora da Stone Fair, evento de porte internacional que movimenta a economia e o turismo, representará o turismo capixaba ao conduzir a tocha olímpica na cidade de Vitória. Cecilia conta que foi selecionada através de uma das patrocinadoras das Olimpíadas e Paralimpíadas Rio 2016 e aguarda, desde fevereiro, o momento de segurar a tocha pelas ruas da capital.

“Este evento movimenta e impacta de forma positiva os segmentos turísticos, além de reconhecimento para as cidades que irão receber o fogo olímpico. A passagem da tocha alavanca o turismo local e traz notoriedade as modalidades turísticas”, afirmou.

Confira o trajeto do tour da tocha no Brasil #TochaRio2016

As 83 cidades de pernoite incluem as 26 capitais estaduais (além do Distrito Federal) e serão o destino da tocha ao fim de cada dia de revezamento. Além do carregador, o revezamento envolve todo um comboio de veículos, que deve passar por cerca de 500 cidades: 300 receberão o revezamento propriamente dito e outras 200 assistirão à passagem do comboio com a chama exposta. Durante a passagem da tocha olímpica, vias serão bloqueadas e medidas de segurança estão previstas pelo Comitê Olímpico Internacional (COI).

conheca_um_pouco_de_guarapari_5_20141218_1505571106
Guarapari está entre os municípios que receberão a tocha.

Todo o percurso foi montado sob a premissa do maior número possível de pessoas impactadas, dentro do período pré-estabelecido para a duração total do revezamento. A estimativa do Comitê Rio 2016, somando a população de todos os pontos de passagem da tocha, é que 90% dos brasileiros acompanhem o revezamento.

Serão 12 mil condutores, cada um percorrendo cerca de 200 metros com sua tocha (o que é passado de uma para outra é a chama olímpica, a mesma acesa ainda na Grécia). Serão 20 mil quilômetros por estradas e ruas brasileiras e mais 10 mil milhas aéreas em trechos das Regiões Norte e Centro-Oeste, entre Teresina e Campo Grande – sem que o fogo se apague.

A viagem se encerrará no dia 05 de agosto de 2016, quando o último condutor da tocha acenderá a Pira Olímpica durante a Cerimônia de Abertura dos Jogos, no Estádio do Maracanã.

A tocha Rio 2016 é feita de alumínio reciclado, cheia de cores, dando referência às belezas culturais e naturais do País. O amarelo vai representar o sol e o ouro; o verde, as montanhas, morros e vales; o azul, os mares e os rios. A tocha ainda remete ao tradicional e famoso calçadão de Copacabana.

Fonte: https://www.rio2016.com

Deixe seu comentário