Devido ao grande número de reclamações pela má prestação dos serviços de voz, dados e mensagens de texto com a operadora Vivo em Guarapari durante o último verão, dez novas antenas devem ser instaladas até o final do ano, para garantir um melhor serviço na próxima temporada.

De acordo com a secretária de Meio Ambiente da cidade, o Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça Cível de Guarapari e do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Consumidor (CADC), celebrou Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) no final de 2014 com a operadora de telefonia celular Vivo e com a Prefeitura de Guarapari para instalação de novas antenas de telefonia móvel na cidade.

3697574-celular-telefonia

O objetivo do termo é ampliar o sinal de cobertura dos serviços da telefonia móvel na cidade, buscando atender melhor os munícipes e o grande número de turistas que visitam o município no verão, durante o período de férias escolares e o carnaval.

Por meio desse TAC, a Prefeitura de Guarapari se comprometeu agilizar e conceder licença temporária à operadora, desde que os requisitos mínimos técnicos sejam observados. A Vivo, por sua vez, se comprometeu a instalar as novas antenas no prazo máximo de até 90 dias, após a liberação dos alvarás.

Primeira. No entanto, apenas um processo de nova antena foi dado entrada e tem o prazo de 90 dias paraBlog_Antena instalação. “O TAC foi assinado no final do ano passado e a operadora garantiu instalar as antenas durante o ano. Levando em conta que apenas uma foi solicitada até o momento, acredito que as demais sejam instaladas ao longo do ano, para que no próximo verão o sinal possa melhorar e atender a demanda na cidade”, explica a secretária Jéssica Martins.

A antena já solicitada será instalada na Rua José Capistrano Nobre, no centro da cidade, até o final do mês de março. O TAC ressaltou, que as instalações das novas ERB’s (Estação Rádio Base, termo técnico das antenas), deverão ser devidamente acompanhadas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Atualmente. Guarapari conta com 19 antenas da operadora Vivo instaladas ao longo do município. Segundo a secretária, grande parte desse quantitativo estava irregular até o final de dezembro. Mas foram liberadas as licenças, de acordo com a apresentação dos documentos necessários e as antenas foram regularizadas no início deste ano.

Ainda de acordo com ela, as operadoras de uma forma geral, apresentam dificuldade para regularização das antenas, pois a lei exige que 60% dos moradores que estão em um raio de 200m aprovam a instalação em determinado local. “O artigo 10 da lei de instalação de antenas exige anuência de 60% dos moradores que ficarão a 200m da antena. E isso muita das vezes não é concretizado, porque um morador ou outro não aceita, já que a antena gera aluguel para o espaço instalado e por causa disso uma disputa é iniciada”, explicou Jéssica.

Deixe seu comentário

Comments are closed.