Foi assinado hoje (22) pelo prefeito de Anchieta, Fabrício Petri, Decreto nº 5.706, que declara situação de emergência em áreas do município afetadas por erosão marinha. A medida levou em consideração os danos causados recentemente pela erosão no trecho do bairro Ponta dos Castelhanos, na orla da Praia Central.

Com o documento assinado, prefeito viaja amanhã para Brasília (DF), onde irá formalizar pedido de ajuda financeira ao Ministério da Integração Nacional.

De acordo com a Defesa Civil, a erosão provocou danos ao município como alteração de paisagem litorânea, destruição de calçadão, vias, rede de drenagem e esgoto e pode atingir imóveis domiciliares, comerciais e públicos. Em ocorrência ao desastre foi declarada situação de emergência com intensidade de nível II.

Para o prefeito, a medida autoriza mobilização e empenho por todos os órgãos municipais nas ações de resposta ao desastre e reabilitação do cenário de reconstrução. “Agora iremos correr atrás de apoio financeiro dos órgãos estadual e federal para podermos realizar uma obra para contenção da maré e deixar o local novamente seguro”, disse Petri, que parte amanhã (23) para Brasília (DF), onde irá protolocar no Ministério da Integração Nacional pedido de ajuda para execução da obra.

Deixe seu comentário