O incêndio começou por volta das 13h de hoje (06), na casa onde a família presa acusada de maus-tratos a animais morava, localizada no bairro Meaípe em Guarapari. A residência foi tomada pelo fogo e não sobrou praticamente nada. O incêndio se alastrou pelo terreno ao lado, não houve feridos.

A casa onde morava a família presa acusada de maus-tratos a animais foi destruída pelo fogo. Foto: Rosimara Marinho.

O dono da residência, que alugou o imóvel para a família presa no último dia 18/10, foi até o local com uma funcionária, para a visita de rotina, e se deparou com o fogo. Eles tentaram controlar as chamas, mas não conseguiram e acionaram o Corpo de Bombeiros.

Segundo o comerciante Hélio Marques, que é dono do imóvel, ele já havia registrado ocorrência na polícia, por causa de tentativa de invasão em sua casa.

“Nós alugamos esse imóvel para a família, que hoje está presa por causa dos cachorros. E desde que eles foram presos, já tivemos alguns problemas por aqui. Nos avisaram que tinha gente tentando invadir, eu registrei a ocorrência. E hoje cheguei aqui e vi tudo pegando fogo. Agora ficamos com o prejuízo”, lamentou seu Hélio.

Foto: Rosimara Marinho.

A cozinheira Ana Maria Cândido, 52, esteve na casa, na semana passada e realizou uma faxina e hoje se deparou com as chamas.

“Nós limpamos a casa toda, estava imunda, com muita sujeira. Juntamos os móveis na garagem, roupas, ventiladores, fogão, botija. E hoje quando chegamos aqui, a casa que ficava em cima da garagem estava em chamas”, lamentou.

Foto: Rosimara Marinho.

A casa tinha uma varanda, com telhas, dois quartos, uma cozinha e um banheiro. Tudo foi abaixo por causa do fogo. Os bombeiros chegaram ao local, fizeram o rescaldo para apagar as chamas.

 

 

Segundo o Sargento Frasson, do Corpo de Bombeiros, os telhados caíram sobrando pouca coisa da casa.

“Fomos informados que havia um incêndio em residência, depois soubemos que se tratava da casa onde foi envolvida a situação dos cachorros e foi confirmada por moradores e pelo proprietário do imóvel.  A situação está bem controlada e vamos encerrar os trabalhos com a vegetação”, disse Frasson.

Uma viatura da Polícia Militar esteve no local, e os moradores foram orientados também pelos bombeiros a registrarem a ocorrência na Delegacia.

Deixe seu comentário