Quinze cooperativas capixabas que atuam no transporte escolar de alunos das redes municipais e estadual realizaram, na manhã desta sexta-feira (07/08), uma carreata na Grande Vitória. A manifestação teve o objetivo de pedir apoio, por parte do poder público, aos profissionais do segmento durante a pandemia. De acordo com a organização do ato, cerca de 300 veículos, entre ônibus, micro-ônibus e vans, participaram do momento.

Manifestação foi realizada da manhã desta sexta-feira (07/08) e passou pelos municípios de Serra, Vitória e Vila Velha.

Desde o início do período de isolamento social provocado pelo novo coronavírus (Covid-19), em março deste ano, as aulas nas instituições de ensino foram interrompidas. Com isso, os contratos firmados entre as cooperativas e as secretarias de Educação Municipais e Estadual para transporte dos alunos também foram suspensos. A situação tem impactado diretamente 1.571 cooperados, além de 254 trabalhadores celetistas em 34 municípios do estado.

De acordo com a organização, cerca de 300 veículos participaram da carreata.

De acordo com um levantamento realizado pelo Sistema OCB/ES, desde o início da suspensão dos contratos, o prejuízo gerado superou a marca de R$ 8 milhões, referentes aos valores que deixaram de ser repassados às 15 cooperativas. Devido a essa situação, muitos profissionais que tinham no transporte escolar e de passageiros a sua principal fonte de renda ficaram sem poder trabalhar.

Deixe seu comentário