Foto - Reprodução/Nova Guarapari
Foto – Reprodução/Nova Guarapari

Foi uma madrugada de terror no Bairro Nova Guarapari, em Guarapari. Um condomínio que fica na rua Alamedas São Miguel, particular, foi invadido por 4 indivíduos na madrugada desta quinta-feira (09). Uma família de Vitória, que passava férias em Guarapari foi feita refém, trancados em um dos banheiros das três casas invadidas. Dentre os 15 reféns, uma era criança de 8 anos, que foi o tempo todo ameaçada por um dos assaltantes.  “Eles ameaçavam pegar ela o tempo todo, dizendo que adorava criança naquela idade”. Afirma uma das vítimas.

Um dos assaltantes estava usando toca ninja e dois deles estavam armados com uma arma calibre 38. Foram muitos objetos roubados, TV, Celulares, Tablets, Dinheiro, Ouro, Pratas, computadores e também uma caminhonete Toyota.

Os detidos foram identificados como: Felipe Melo Barcelo de 20 anos (Canto esquerdo) e Michael Rodrigues Coutinho também de 20 anos (canto direito da foto).
Os detidos foram identificados como: Felipe Melo Barcelo de 20 anos (Canto esquerdo) e Michael Rodrigues Coutinho também de 20 anos (canto direito da foto).

A Polícia foi acionada, e os PM’s da 10ª Cia Independente de Anchieta começaram a fazer as buscas pelo local e conseguiram localizar a caminhonete no final da Praia do Além, em uma estrada de chão em Anchieta. A PM fez um cerco na praia para conseguir prender os bandidos. Dentro do carro foram encontrados parte dos objetos que foram roubados das residências em Nova Guarapari. Uma arma também foi apreendida. Um dos acusados afirmou que a outra arma do assalto estaria com um outro amigo que fugiu do local. Quando  foram presos, um dos jovens estava portando uma chave de um Fiat Idea que estaria estacionado próximo ao condomínio, segundo informações apuradas pela nossa equipe de reportagem, o veículo estava no nome do pai de Felipe.

Através desses presos, chegaram-se aos outros dois comparsas que teriam fugido da ação policial inicial. O Menor de 17 anos e um conhecido apelidado de “Neguinho”.

 

A perseguição policial

Dentro do carro apreendido, foi encontrado um celular do menor, que assim pelas fotografias, foram possíveis identificá-los. Policiais que já são antigos de serviços, pelas identificações, já sabiam onde localizar os suspeitos e foram até o bairro Aeroporto onde os suspeitos moravam. Uma táxi branco que passava perto do local foi abordado, o condutor afirmou que tinha acabado de deixar  próximo ao campo do Aliança, duas pessoas com as mesmas características que os PM’s estavam procurando.

Quando a Polícia avistou os suspeitos, o menor logo sacou a arma de fogo e atirou contra  a viatura da Polícia Militar.
Quando a Polícia avistou os suspeitos, o menor logo sacou a arma de fogo e atirou contra a viatura da Polícia Militar.

O Soldado da Polícia Militar avistou os dois suspeitos, logo o menor também avistou a viatura policial e sacou a arma de fogo e atirou contra o Soldado, o Policial assim, revidou dando dois tiros em direção ao menor sem acertá-lo. Os assaltantes entraram em uma mata e logo a os Policiais foram atrás fazendo a perseguição a pé. O menor foi preso e com ele também foram encontrados objetos dos assaltos feito as residências na madrugada. Vítimas foram reconhecer os suspeitos e constataram que eram os mesmos que invadiram as suas residências.

Os presos foram encaminhados para presídios das Grande Vitória.

Deixe seu comentário