O deputado Delegado Danilo Bahiense (sem partido) assumiu a presidência da Comissão de Proteção à Criança e ao Adolescente e de Política Sobre Drogas da Assembleia Legislativa neste mês e disponibilizou o seu número particular de telefone celular para receber denúncias de crimes contra menores de idade, como abusos, maus-tratos, entre outros.

“O telefone da Comissão de Proteção à Criança e ao Adolescente e de Política Sobre Drogas é o (27) 3382-3610 e há ainda o Disque-Denúncia 181, do governo do Estado. E vou mais além. Como sempre fiz na Polícia Civil do Espírito Santo, coloco meu telefone particular à disposição de toda população capixaba. O telefone é o (27) 99969-0988. Esses elementos perigosos e perniciosos às nossas crianças não podem ficar impunes”, desabafou o parlamentar, que foi delegado por mais de 30 anos.

deputado Delegado Danilo Bahiense

Bahiense destacou a importância de as vítimas realizarem as denúncias nos órgãos policiais, para que haja investigação da PC. “Caso haja receio de identificação de suspeitos, é possível utilizar a plataforma do Disque-Denúncia 181. Lá é possível denunciar tanto por ligação telefônica quanto pelo site, que é o www.disquedenuncia181.es.gov.br”, explicou.

Segundo informações colhidas por Danilo Bahiense, a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, localizada na Grande Vitória, registrou 1.674 boletins unificados de crimes contra menores. E o Disque-100, do governo federal, acumulou 116 denúncias de delitos sexuais contra crianças e adolescentes.

Os abusadores, na maioria das vezes, são pessoas aparentemente normais e do círculo de confiança das crianças e dos adolescentes, como familiares, amigos, vizinhos, colegas ou mesmo seus responsáveis. Porém, podem ser também desconhecidos, que abordam a vítima pessoalmente ou pela internet. Muitos dos criminosos ainda se utilizam da internet, por meio de sites e das redes sociais.

Deixe seu comentário