A decisão foi anunciada nesta quarta-feira (24) e confirma o que já havia sido noticiado antes, a cidade de Guarapari irá retornar com as aulas presenciais na rede municipal no dia 1º de março. O retorno será feito acompanhado por diversas medidas de segurança para evitar ao máximo o contágio de alunos, professores e colaboradores pelo coronavírus.

Neste mês de fevereiro, no qual as escolas ficaram fechadas para aulas presenciais, foram feitas diversas medidas para impedir a proliferação do vírus e tentar garantir a maior segurança possível para todos. Dentre as principais mudanças estão: o retorno alternado presencial, o ensino híbrido e os equipamentos e insumos necessários para a higienização.

Escolas seguirão novos sistemas de ensino e presença para garantir a segurança de todos.

Também estão sendo realizadas várias reuniões, planejamentos e formações dos profissionais, com vistas a ampliar o preparo da Rede de Ensino para o retorno às aulas, diante dos novos modelos de ensino, devido à pandemia. O retorno às aulas presenciais será gradual, por revezamento e em etapas, sempre condicionado à classificação do município no Mapa de Risco do Governo do Estado.

Medidas tomadas

As salas terão turmas reduzidas.

O revezamento será semanal, no qual as turmas serão divididas em dois grupos, com a frequência de 50% dos alunos em cada semana. Será implementado o modelo de ensino híbrido, ou seja, serão trabalhados os componentes curriculares de forma presencial para um grupo, enquanto a outra parte da turma realiza as atividades não-presenciais remotamente. Na semana seguinte, se invertem os grupos.

As escolas encontram-se equipadas com os insumos necessários para atendimento aos protocolos sanitários, também estando preparadas do ponto de vista pedagógico, criando estratégias para o acolhimento aos alunos, verificação da aprendizagem por meio de avaliações diagnósticas que serão aplicadas nos primeiros dias letivos de março e para a busca ativa dos estudantes que se afastaram da escola no período de suspensão das aulas.

Famílias escolhem presença do aluno na escola

Escolas terão locais com circulação de pessoas controladas.

Também é válido lembrar que a presença do aluno na escola será facultativa, cabendo às famílias (pais ou responsáveis) decidirem se a criança irá ou não frequentar a escola presencialmente. Caso opte por manter a criança em casa, serão disponibilizadas as atividades não presenciais, sendo realizado o monitoramento para garantia do acesso e realização das atividades.

A Semed orienta que as famílias entrem em contato o mais breve possível com a escola para atualização dos telefones, participação nos grupos de WhatsApp da turma dos alunos, conhecimento dos protocolos adotados, informação quanto ao grupo que o aluno está inserido para participação das aulas presenciais, bem como para assinatura do Termo indicando se o estudante irá ou não frequentar a escola presencialmente.

“O cenário que estamos enfrentando, desde o ano passado, é instável e traz novos desafios a cada dia, que vão sendo vencidos com união e seriedade. É preciso cautela, mas também um olhar atento para as demandas que incluem a adoção de um modelo de ensino híbrido, a adaptação aos protocolos de saúde e o acolhimento à toda comunidade escolar”, disse a Secretária de Educação, Tamili Mardegan.

Que finalizou. “Confiamos no trabalho das equipes das escolas que têm se empenhado muito para planejar cada detalhe para o retorno às aulas. Esperamos conseguir aproveitar bastante cada dia letivo para recuperar a aprendizagem dos alunos e mitigar as perdas que a pandemia tem causado a todos.”

Datas de retorno diferentes para cada turma

Datas de retorno podem ser alteradas, caso existam dúvidas, a Secretaria Municipal de Educação deverá ser consultada.

Também haverá escalonamento entre as etapas/segmentos de ensino para que o retorno seja gradativo. Na segunda-feira (01), iniciam as aulas presenciais em revezamento para as turmas de 3º ao 9º ano do Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

No dia 08 de março, será o retorno das aulas presenciais em revezamento para as turmas da pré-escola (04 e 05 anos de idade) e 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental. As turmas da creche (0 a 3 anos), iniciam o ano letivo na segunda-feira (01) em formato remoto, com previsão de retorno às atividades presenciais no dia 15 de março, porém, essa ainda é uma previsão que será avaliada pela Semed, mediante o andamento do retorno com os alunos maiores.

Deixe seu comentário