A falta de água na cidade de Guarapari e na Região Sul (na verdade em boa parte re região sudeste) está levando ao desespero moradores e turistas. Mesmo assim, algumas pessoas parecem alheias à falta de água e continuam a desperdiçar, sem ligar para o sofrimento do resto da cidade. Um leitor do Portal 27 encaminhou fotos, onde uma mulher lava tranquilamente a calçada do prédio onde mora. Confira as fotos.

IMG-20150116-WA0004
Moradora se esforça para “lavar” o portão, que parece precisa mais de água do que a população. Foto Divulgação.

“Enquanto algumas pessoas estão ficando até sem beber água, ainda existem pessoas fazendo isso”, diz o denunciante. Em Guarapari, moradores  e comerciantes estão sem água há vários dias e outros com água durante algumas horas. Protestos e reclamações já foram feitos, mas nada vai adiantar se não chover.

IMG-20150116-WA0005
A água empoçada mostra que a mulher não estava preocupada com o desperdício. Foto: divulgação.

Ainda de acordo com o leitor, esse caso que foi registrado na Avenida Praiana, na Praia do Morro, mas não é um caso isolado. “Isso é ao longo de toda a Praia do Morro. Ainda tem muita gente que não tem a visão crítica da falta de água e continua usando de forma irresponsável”, diz.

A Cesan alerta que neste verão, além da falta de chuva, um evento climático extremo fez com que o Rio Jaboti secasse em curto espaço de tempo e caíssem os níveis dos rios Conceição e Benevente. É deles que a água é captada pela Cesan para abastecer Guarapari.

Por isso, apesar dos R$ 60 milhões investidos pela companhia para melhorar o abastecimento da região, sem o nível normal do rio, 20% da produção já foi comprometida. A empresa alega que é muito importante que todos colaborem utilizando a água de forma consciente e evitando o desperdício. Assim, os efeitos deste período de seca podem ser mais amenos

Deixe seu comentário