O Disque-Denúncia (181) registrou 2.894 denúncias no mês de agosto. Crimes como tráfico de drogas, homicídios, porte ilegal de armas e maus tratos à criança, mulheres e idosos continuam liderando os registros.

As denúncias resultaram na detenção de 100 pessoas, dentre elas, sete foragidos da Justiça. Mais de 23 kg de entorpecentes como maconha, cocaína e crack, além de materiais usados no preparo, venda e consumo de drogas foram apreendidos.

telefone

Aproximadamente 30 armas de fogo foram retiradas de circulação, bem como 246 munições de calibres diversos. Além disso, as denúncias também contribuíram para a apreensão de R$ 17.209,50 em dinheiro, sete veículos, 17 animais da fauna silvestre, notificações, multas e operações desencadeadas pelas polícias Civil e Militar.

O município da Serra lidera o número de registros com 18,56%, seguido de Cariacica com 17,94%, Vitória com 11,52% e Vila Velha com 17,40%. Os demais municípios do Estado juntos foram responsáveis por 28,59% dos registros efetuados.

Prisão de homicida

Denúncias de homicídios representam 7,08% dos registros da Central Disque-Denúncia no mês de agosto. As informações sobre paradeiro e a identificação de criminosos envolvidos nesses crimes resultaram na prisão do assassino de uma vendedora ambulante morta por bala perdida na Praia da Costa no dia 04 de agosto. O suspeito foi preso em casa, no bairro Primeiro de Maio, no dia 12 do mesmo mês. O suspeito confessou também ser autor de vários roubos. No local, dez pessoas envolvidas com o tráfico de drogas foram encaminhadas ao Centro de Triagem de Viana (CTV).

Quatro pessoas presas com armas e drogas em Guarapari

Com a contribuição de denúncia anônima foi deflagrada uma operação para apreender drogas e armas no bairro Kubistcheck, no último dia 29. A PM encontrou numa residência drogas, armas e dinheiro. Todos foram entregues no DPJ da cidade, dentre eles, um adolescente.

Preso suspeito de roubar malotes com R$ 38 mil em Cachoeiro de Itapemirim

O suspeito foi preso em Cachoeiro de Itapemirim, no dia 15 de agosto, suspeito de roubar malotes com R$ 38 mil. Ele confessou o crime e disse ter um comparsa. O preso já possui ficha criminal por roubo e foi posto em liberdade em fevereiro, após ficar 50 dias preso.

Deixe seu comentário