O Ministério Público Federal em Cachoeiro de Itapemirim (MPF/ES) denunciou duas pessoas por uso e guarda de moeda falsa. Wellington Pindobeira dos Santos, de 32 anos, e Teófilo Porto dos Santos, 55, foram presos ao comprar um cofrinho em uma loja de artesanato em Rio Novo do Sul, no Sul do Estado, com uma nota falsa de R$ 100. Antes disso, a dupla havia tentado pagar o abastecimento do veículo no valor de R$ 20 com outra nota falsa de R$ 100, mas no local perceberam que a nota era falsa e foram em direção à loja de artesanato.

Os dois denunciados encontram-se presos. A denúncia foi recebida pela Justiça Federal
Os dois denunciados encontram-se presos. A denúncia foi recebida pela Justiça Federal

Policiais militares abordaram os acusados na saída da loja e com eles encontraram R$ 1.630 em notas falsas. Com Wellington havia dez cédulas de R$ 100, sete cédulas de R$ 50 e oito de R$ 20. Já Teófilo guardava no porta-luvas do veículo cinco cédulas falsas de R$ 20. Também no carro que a dupla utilizava foi encontrado um cigarro de maconha.

Pelo crime do uso e da guarda de moeda falsa ambos podem pegar uma pena de três a 12 anos de reclusão, mais o pagamento de multa. Já pela posse da droga para consumo pessoal podem ser submetidos às penas de advertência sobre os efeitos das drogas, prestação de serviços à comunidade e medida educativa de comparecimento a programa ou curso educativo. Os dois denunciados estão presos.

Deixe seu comentário