Após 11 dias sem energia, a rodoviária de Guarapari voltou a funcionar normalmente. É que na tarde de hoje (04), os funcionários da Escelsa retornaram ao local para religar a luz, após os administradores pagarem a conta.

IMG-20160704-WA0011.jpg O proprietário da rodoviária explicou que tal pagamento só foi possível, porque eles deixaram de pagar os funcionários, para pagar as contas de energia atrasadas. E agora que a energia foi restabelecida, a gerência vai angariar recursos para conseguir pagar os funcionários. “Nós não podemos continuar vendendo nossos bens para arcar com os compromissos financeiros da rodoviária. O terminal precisa gerar receita própria, e pra isso, a prefeitura precisa cumprir com o contrato, que determina que o embarque e desembarque de passageiros seja feito exclusivamente na rodoviária”, explica Luiz Antônio Nicchio.

Atraso. A empresa que administra o rodoshopping estava com as contas atrasadas desde o mês de março. O total da dívida era de 48 mil reais, e a explicação do gestor, é que eles não pagaram as contas por falta de receita. Por falta de energia, as lojas ficaram fechadas por onze dias. As empresas de ônibus interestaduais continuaram funcionando através de um gerador instalado no local, que foi custeado pelas próprias viações. Já as empresas intermunicipais estavam vendendo passagem dentro dos coletivos.

Comments are closed.