Na manhã de ontem (3), o Portal 27 recebeu a denúncia de que os postos de saúde e as unidades de saúde dos bairros de Guarapari estavam sem vacinas para as crianças de 1 ano.  A chamada Tríplice Viral. Segundo informações de servidores de algumas unidades, a Prefeitura não tem repassado as ampolas.

Ainda de acordo com informações de pais que tentaram vacinar os filhos, só se consegue vacinar as crianças em 1 ou 2 dias da semana quando a vacina chega. “Isso acontece porque nós só temos a ampola para 10 aplicações, não vêm ampolas individuais. Então, para não desperdiçar a vacina, tenta-se vacinar o maior número de crianças em um único dia. Dessa forma, fica mais difícil abrir um vidro e depois ter que jogá-lo fora, porque ele não pode ser guardado por muito tempo depois de aberto”, explica uma funcionária que não quis se identificar.

Reutilização de ampolas não transmiti doença de acordo com nota da Prefeitura, Foto: No Pátio.
Reutilização de ampolas não transmiti doença de acordo com nota da Prefeitura, Foto: No Pátio.

A prefeitura confirmou que as vacinas estão em falta, mas afirma que a culpa é do Ministério da Saúde da Secretária Estadual de Saúde, que não encaminha o número suficiente de vacinas. “O repasse das vacinas, encaminhadas pelo Ministério da Saúde, ao Estado não tem atendido as necessidades do município e, por este motivo, as vacinas encontram-se em número reduzido nas Unidades de Saúde. O Estado alega não receber o quantitativo necessário. A Secretaria da Saúde de Guarapari tem ido ao Governo Estadual e solicitado continuamente a ampliação de distribuição para o município”, explica a nota.

Ainda de acordo com a Assessoria da Prefeitura, não existe risco de contaminação pela reutilização da ampola. “Cada ampola da vacina possui 10 doses entretanto elas são administradas com seringas independentes, que são descartadas após sua utilização, não existindo risco de transmissão de doenças”, finalizou.

A administração municipal não deu previsão de quando o problema com as vacinas será resolvido.

Deixe seu comentário