Após três anos sem reajuste na tarifa cobrada pelos ônibus municipais, os usuários de transporte coletivo de Guarapari vão precisar desembolsar alguns centavos a mais para se deslocar na cidade. Após reunião entre empresários, representantes da prefeitura e Conselho Municipal de Transporte, realizada nesta quarta feira (21), foi decidido que a passagem do coletivo deve aumentar no próximo mês.

2014-08-19 08.45.11
Tarifa pode passar de R$ 1,90 para R$ 2,15 em Guarapari. Foto: Roberta Bourguignon/Portal27

Na ocasião, os empresários tiveram a oportunidade de apresentar os valores desejados. Houve oferta de até R$2,60, mas a prefeitura recuou. Segundo José Maria Brambati, dono da viação Nova Guarapari, seria necessário um aumento de R$ 0,50 para investir na melhoria do transporte. “Eu apostei em, no mínimo R$2,40, para fazer a troca da frota e atender melhor os usuários. No entanto, essa decisão é feita pelo Ministério Público junto à prefeitura, através de estudos elaborados por uma empresa contratada e talvez não seja possível um grande aumento”, explica José Maria.

De acordo com o empresário, a prefeitura propôs aumento de 13% na tarifa, o que leva o acréscimo de R$0,25. Passando a tarifa de R$ 1,90 para R$ 2,15.

articulados onibus ceturb2
Cartão único para os usuários do transporte coletivo.

Bilhetagem Eletrônica. Ainda durante a reunião, foi acordado entre as partes que as empresas terão até 100 dias para começar a cobrança através do cartão único. Para isso, os ônibus precisarão adaptar o aparelho eletrônico. “Vejo a implantação do cartão único como avanço, visto que a situação será mais clara e objetiva. Inclusive já era para ter sido instalada”, comenta o proprietário da empresa Nova Guarapari.

Retirada do transporte Clandestino. O assunto também esteve presente na ata das reuniões elaboradas. Segundo José Maria, o Conselho Municipal esclareceu que o município vai intensificar o combate do transporte clandestino, uma vez que o serviço não é autorizado pela prefeitura para a condução dos usuários, e sim para transporte escolar e/ou turístico.

Diante das declarações, o gerente de transporte do município Edinho Maioli, diz que o município ainda está em fase de homologação. Através das reuniões, as empresas tiveram a oportunidade de apresentar propostas, mas o município entendeu que é inviável. No entanto, deve estudar a solicitação das empresas junto ao Ministério Público para estabelecer o melhor para os usuários.

O anúncio oficial sobre o aumento da passagem de ônibus e as melhorias para o transporte coletivo da cidade deve acontecer na próxima semana.