Nesta quarta-feira (01) começa a a Operação Finados 2017, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas rodovias de todo o Brasil. A fiscalização seguirá até à meia noite de domingo (05).

A Operação Finados 2017 começa nesta quarta-feira (01) e segue até o próximo domingo (05) em todas as rodovias federais.

A Polícia Rodoviária Federal, nesse período, promove reforço concentrado no policiamento ostensivo e preventivo, em locais e horários de maior incidência de mortes, de feridos e de criminalidade, conforme dados estatísticos, para garantir aos usuários das rodovias federais segurança, conforto e fluidez do trânsito.

A PRF garantirá um aumento no efetivo para proporcionar maior segurança nas estradas, utilizando recursos como o radar portátil para inibir o excesso de velocidade, o etilômetro para coibir o uso de bebida alcoólica na direção de veículo automotor, entre outros recursos que visem prestar o melhor serviço à sociedade capixaba.

O feriado prolongado é um dos períodos críticos do calendário nacional de operações da PRF, pois conta com grande fluxo de veículos nas rodovias federais e de ônibus de passageiros também, apresentando constante desrespeito às normas de trânsito o que gera uma das principais preocupações do Órgão.

Educação para o trânsito. Como nas últimas operações, a PRF promoverá ações educativas que buscam sensibilizar motoristas e passageiros de seus papéis na construção de um trânsito mais seguro. Em alguns postos, condutores serão convidados a assistir a vídeos que mostram comportamentos inadequados no trânsito e as consequências dessas condutas. Os motoristas têm a oportunidade de fazer uma reflexão sobre suas atitudes e assimilar novos hábitos.

Assim, no intuito de inibir o cometimento de infrações e a prevenção de acidentes, serão intensificadas as fiscalizações do consumo de bebidas alcoólicas, especialmente em pontos estratégicos que registraram maior incidência de acidentes cuja causa provável foi o consumo de álcool e a de nas condutas consideradas mais gravosas, que aumentam o risco de graves acidentes ou de agravamento de lesões como ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e falta de equipamentos de segurança (capacete, cinto de segurança
ou cadeirinhas para crianças).

Multa. Vale lembrar que desde novembro de 2016, dirigir sob influência de álcool, conforme artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) é uma infração gravíssima punida com suspensão do direito de dirigir por doze meses e multa de R$2.934,70. Em caso de reincidência, a multa passa para R$5.869,40. A mesma multa é aplicada ao condutor que se nega a se submeter aos testes.

Além da esfera administrativa, o condutor também pode ser preso em flagrante pelo crime de embriaguez ao volante, conforme previsto no artigo 306 do CTB. Esta situação ocorre quando a medição do etilômetro, mais conhecido como bafômetro, indica 0,34 ou mais miligramas de álcool por litro de ar alveolar

Deixe seu comentário