A Polícia Civil prendeu um casal que cultivava maconha e tinha um verdadeiro laboratório de drogas em Guarapari. Foram apreendidos 150 pés de maconha, duas balanças de precisão, três celulares e material para o cultivo da droga, um carro e duas motos. O local fica numa rua sem saída do bairro Lagoa Funda onde já funcionou uma academia, e atualmente morava o surfista Evandro Rabelo Souza, 43 anos, que foi preso e levado para o CDP de Guarapari, junto com a jovem Tamires Reis,  19 anos, que estava na casa e acabou presa por associação ao tráfico e será levada ao presídio de Viana.

GEDSC DIGITAL CAMERA

De acordo com a polícia, o local foi descoberto após denúncias anônimas e um trabalho de investigação de um mês e meio realizado pelo Núcleo de Inteligência da Polícia Civil, juntamente com a equipe da Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Guarapari.

A operação aconteceu na manhã desta sexta-feira (30) e contou com 21 policiais civis do DPJ de Guarapari.

Segundo a polícia, no local, funcionava um esquema de cultivo da droga, com gotejamento cronometrado eletrônico, e local para secagem do entorpecente. Alguns pés de maconha foram encontrados no terraço da casa. Dentro dos banheiros, havia a droga em cima dos chuveiros em um processo de secagem, além de material prensado e embalado prontos para a venda.

GEDSC DIGITAL CAMERA

A polícia acredita que o laboratório funcionava há mais de um ano e as investigações dão conta de que as sementes para o cultivo da maconha eram trazidas do Peru.

Em depoimento, Evandro disse que a droga era utilizada para consumo próprio, comentou ainda que acredita na legalização da maconha no Brasil.

G

Mais informações em instantes

Por Rosimara Marinho

Deixe seu comentário