Um homem que ainda não teve a identidade revelada pela polícia, foi preso na manhã de hoje, na rodoviária de Guarapari. Ele é o principal suspeito da morte da namorada.

A Polícia Civil chegou até o corpo da mulher, após denúncia anônima. Segundo a polícia, os restos mortais da vítima estavam em um buraco de mais de meio metro de profundidade, localizado no quintal da casa do homem, no bairro Soteco, em Viana.

Mulher é encontrada enterrada no quintal da casa do namorado, em Viana. O corpo foi localizado por cães farejadores. Foto: Luciney Araújo/ G1

De acordo com o site G1, umas das testemunhas disse à polícia que o homem confessou que a cerca de 20 dias teria brigado com a namorada, espancado até a morte e em seguida enterrado corpo. Até a última semana o homem foi visto no município, mas ele teria viajado para casa de parentes, em São Paulo, e na volta para casa, enquanto passava pela rodoviária de Guarapari, foi preso. 

A Delegacia de Crime Contra a Vida (DCCV) foi acionada e a polícia civil foi até o local com cães farejadores, que encontraram o corpo em estado de decomposição. O delegado Janderson Lube informou ao G1 que a vítima não foi identificada por causa do avançado estado de decomposição do corpo.

A suspeita é de que o crime teria acontecido a mais tempo do que as testemunhas informaram. O homem foi preso e é interrogado neste momento. Mais informações serão divulgadas até o final do dia. Acompanhe!