A fiscal de loja de uma rede de supermercados em Guarapari, Gláucia dos Santos, foi surpreendida por uma cartinha da filha de 9 anos, que está preocupada com a contaminação do coronavírus. Ester deixou a carta na bolsa da mãe sem que ela percebesse.

Gláucia e a filha Ester, de 9 anos.

Gláucia conta que ao abrir a bolsa no trabalho e ver a mensagem que Ester deixou, ela ficou comovida e sem palavras. Na carta, a filha dizia que estava preocupada com a mãe devido a pandemia do coronavírus, mas sabia que ela se protegia e que seu trabalho era importante.

“Oi mãe estamos passando por uma doença muito grave que se chama coronavírus e o isolamento é fundamental, a senhora trabalha muito e eu fico preocupada com você, mas eu sei que a senhora toma muito cuidado. Eu quero que essa pandemia acabe, mas ninguém sabe ainda quando isso vai acontecer, mas eu tenho fé em Deus que essa pandemia vai acabar e essa vacina vai sair”, escreveu Ester.

Por meio da cartinha, a criança fala que suas preocupações são baseadas na gravidade da doença. Por fim, Ester termina a mensagem com um desenho da família dela e manda um beijo para eles.

Por João Pedro Barbosa, estagiário. 

Deixe seu comentário