Na tarde de ontem (03), foram recebidas e abertas as propostas referentes à Concorrência Pública Nº 012/2015 – Permissões para serviço de táxi, no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed). A Comissão Permanente de Licitação (Copel), que conduziu a sessão, recebeu 272 propostas. A Prefeitura de Guarapari vem tentando, desde 2012, realizar a licitação dos táxis no município.

A sessão encerrou às 19h10, não registrando qualquer incidente durante toda a tarde. Diversos taxistas que já atuam em Guarapari apresentaram suas propostas, bem como taxistas de outros municípios, principalmente da Grande Vitória.

taxistas licitação guarapari
A Comissão Permanente de Licitação (Copel) recebeu 272 propostas de taxistas.

O secretário municipal de Desenvolvimento e Expansão Econômica, Danilo Bastos, acrescentou que: “Recebemos as propostas e agora faremos diligências para verificação da autenticidade dos documentos de habilitação apresentados nesta primeira fase. Na próxima sexta-feira, acontecerá a próxima sessão, para darmos continuidade ao processo”.

Todo o processo licitatório está sendo conduzido de forma transparente, inclusive, durante a sessão, o presidente da Comissão, Otávio Postay, convidou dois representantes dos taxistas para comporem a mesa e acompanharem toda a análise de documentos, o que marca o comprometimento com a transparência e democracia do processo. A sessão foi acompanhada, também, pelo procurador geral do município, Dr. Marcos Paulo Gomes Dias.

taxistas licitação guarapari 2
Com a conclusão do processo, o município de Guarapari passará a contar com 119 táxis.

Além disso, é facultado a qualquer interessado a obtenção de informações detalhadas junto à Copel, na sede da Prefeitura Municipal de Guarapari.

A previsão é de que a conclusão de todo o certame e assinatura das permissões para os novos taxistas deverá acontecer no final do mês de abril. Com a conclusão do processo, o município de Guarapari passará a contar com 119 táxis, todos regulamentados, padronizados e com uso de taxímetro. Lembrando que o número de permissões é concedido na razão de uma permissão para cada mil habitantes (usando como base o número de habitantes do município, fornecido pelo IBGE).

Deixe seu comentário