Devido à onda de roubos e furtos que está assolando a região de Buenos Aires, os moradores do local se reuniram com os policiais militares Cândido e Felipe, em busca de debater e pensar em formas de reduzir a criminalidade na região. Crimes como roubo, furto e invasão a residências estão se tornando parte do cotidiano dos moradores, que seguem apreensivos.

A reunião contou com a presença de 20 pessoas. Lucia Novaes, que participou da reunião, estava apreensiva com toda a situação. “Fizemos uma reunião na comunidade de Buenos Aires com a Polícia Militar devido à alguns furtos que estão ocorrendo na região, no total participaram umas 20 pessoas, e os dois policiais, o Sargento Cândido e o Policial Felipe. Nosso intuito com a reunião foi para demonstrar que estamos procurando a PM. Porque furtaram algumas casas e estamos apreensivos”, afirma Lucia. A reunião aconteceu duas semanas atrás.

Entramos em contato com a Polícia Militar questionando “quais medidas serão tomadas pela polícia para resolver essa questão?”, e recebemos a seguinte resposta por meio de nota.

“A Polícia Militar informa que a região de Buenos Aires é atendida pela Patrulha Rural. Ao todo são 53 comunidades rurais, pertencentes ao município de Guarapari. Todas recebem atenção com patrulhamento preventivo diário. Aproveitamos a oportunidade para ressaltar que a Polícia Militar está disponível para reuniões com a comunidade e ressalta a importância do envolvimento e da participação da mesma”, afirmou a nota da Polícia Militar.

Por João Pedro Barbosa, estagiário.