O Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) da Polícia Militar passará a fiscalizar os novos itens estabelecidos pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran)  a partir do mês de agosto. De acordo com o comandante do BPTran, tenente-coronel Walace Brandão, até lá os motoboys deverão  se adequar aos requisitos obrigatórios.

Medidas buscam reduzir acidentes. Foto: UOL.
Medidas buscam reduzir acidentes. Foto: UOL.

“Todo profissional da área deverá usar motos com antena corta-pipa, proteção para os pés na lateral em volta do motor (mata cachorro), baú adequado às exigências estipuladas pelo Contran, com no máximo 70 cm de altura e largura equiparada a dos retrovisores, e colete reflexivo. Além disso, a moto deve ter placa vermelha, que indica que o veículo pode fazer entregas”, explica o comandante.

Em setembro, um curso obrigatório também será exigido dos motoboys. O objetivo é regulamentar a atividade e exigir que ele seja motorista habilitado para atividade de frete. O curso tem duração de 30 horas e inclui disciplinas como ética e cidadania, legislação, gestão do risco sobre duas rodas e transporte de cargas. Atualmente o curso pode ser encontrado nas unidades do Sest/Senat em Cariacica, Viana e Colatina. Os telefones para contato são: (27) 2123-3450 /(27) 3246-2300 / (27) 2101-8000.

Com informações do Sesp.

Deixe seu comentário