Nesta segunda-feira (10) os servidores públicos elegeram a nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores de Guarapari (Sintrag). O grupo Formiguinhas, chapa 2, venceu a eleição por 297 votos contra 93 da chapa 1.

Thiago Magno do grupo Formiguinhas foi eleito o novo presidente do Sintrag. Ao lado está o filho Davi Riquelme que o ajudou durante sua campanha.

O operador de veículos, Thiago Magno será o novo presidente do Sintrag. Ele atribuiu a vitória expressiva ao trabalho que vinha sendo realizado pelo grupo ao longo do ano e relatou que através de reuniões e sugestões foi criada uma cartilha com novas propostas que foram apresentadas aos servidores. “Quando fiz uma cartilha e apresentei as propostas através do grupo de whatsapp, que chegou a ter mais de 500 servidores, e consegui passar essa proposta para os servidores o resultado foi dado na urna. Foi a transparência, o conjunto de trabalho e o projeto de honrar os compromissos que a gente colocou na ata e na cartilha. Demos a palavra e vamos seguir até final. O servidor comprou a briga porque cansou de ser enganado e da obscuridade da atual gestão”.

“A ideologia Formiguinhas foi formada em uma alusão a um formigueiro, que só é forte porque está unido. A primeira proposta é colocar na cabeça do servidor que a unidade sindical independente de qualquer categoria que vai ter a força. Nossas lutas e reivindicações, nossos direitos só vão ser conquistados dessa forma. Não adianta troca a presidência do Sintrag, o que vai fazer a diferença é o servidor entender que ele é importante nesse processo de renovação, que ele precisa estar atento, lutando junto e estar efetivo com a gente para que nós possamos colher os frutos que estamos desejando e lutando tanto tempo para isso”, disse o novo presidente do Sintrag.

Thiago reafirmou que pretende acabar com a reeleição no sindicato. “A renovação, durante o meu mandado, vai ser aplicada continuamente. Nós só temos que decidir entre a diretoria e levar para a assembleia para ser votado no novo estatuto do Sintrag a questão de como vamos modificar a não aprovação da reeleição. Se vai ser só presidente, primeiro e segundo secretário, ou se vai ser a chapa inteira que não vai ser passiva mais de ser reeleita. Agora uma coisa é certa,  na minha gestão o presidente  não vai mais poder concorrer à reeleição. Isso eu prometo e é uma coisa que eu quero cumprir”.

Thiago afirmou que vai acabar com a reeleição na presidência do sindicato e também disse que vai criar um site para dar mais transparência aos gastos do Sintrag.

Ele também relatou que vai criar um site para que os servidores possam ter acesso aos gastos do sindicato. “A questão da transparência é que o servidor vai saber o quanto ele gasta, o quanto arrecada, o quanto contribui e o que tem de patrimônio. Para isso vou criar um site e qualquer servidor, sendo filiado ou não, vai poder entrar no site e clicar em transparência e encontrar a cada três meses a prestação de contas detalhada. O servidor vai ter a certeza da transparência dentro do sindicato a partir da minha gestão”.

O novo presidente do Sintrag explicou que ainda não sabe quando vai assumir o cargo porque primeiro a comissão eleitoral precisa finalizar a ata da eleição e registrá-la em cartório, isso deve acontecer amanhã às nove horas e só depois a data é definida. Mas ele afirmou que a partir do momento que assumir os servidores serão bem representados.

“Costumo dizer que a pessoa pobre e que não é de família tradicional só tem duas coisas a dignidade e a palavra. Quando dei minha palavra aos servidores de estar defendendo a ideologia Formiguinhas contra quem quer seja tenho que fazer isso para continuar sendo uma pessoa querida porque se eu perco minha palavra e minha dignidade fazendo falcatruas, eu apenas sou mais um na sociedade que não tem qualquer valor. O servidor pode confiar na palavra que dei durante todo o processo eleitoral porque ele vai ser representado e ter seus direitos defendidos da melhor maneira possível. O sindicato está ali para dar ao servidor a ampla defesa, para isso fui eleito e isso vai ser cumprido”.

DESCULPAS: Thiago também fez questão de se desculpar pela forma com que a reportagem do Portal 27 foi tratada durante a cobertura da eleição. “Gostaria de pedir desculpas publicamente a Rafaela, jornalista do Portal 27, e também ao Portal porque se de alguma forma ela foi destratada ontem pela comissão ou por qualquer membro de ambas as chapas, isso não é tolerável.  A gente sabe da importância dos meios de comunicação em qualquer setor da sociedade, isso traz a confiança e dá isonomia e idoneidade. Eu também quero agradecer ao Portal 27 pela cobertura de ontem e também pedir mais uma vez desculpas a Rafaela por qualquer constrangimento que tenha passado, principalmente, se foi por qualquer membro dos Formiguinhas porque eu como presidente da chapa vim pedir desculpas pessoalmente e agradecer pelo seu trabalho”.

Deixe seu comentário

Comments are closed.