Nesta quinta-feira (06), a Polícia Militar do Espírito Santo celebrou 182 anos de existência. Para comemorar a data, a instituição realizou uma solenidade militar no auditório do Quartel do Comando-Geral, em Vitória.

A cerimônia foi marcada por diversos atos que enalteceram a atividade desempenhada pela Corporação, por meio de homenagens a policiais militares, promoções de oficiais, assinatura de um projeto de lei para concessão de auxílio pecuniário e a entrega oficial de novas viaturas. Nascida em 06 de abril de 1835, a PMES deu início à celebração de seu aniversário com o hino entoado por todo policial militar durante a carreira, a “Canção do Soldado Capixaba”.

A instituição realizou uma solenidade militar no auditório do Quartel do Comando-Geral, em Vitória.

Por ocasião da festividade, tradicionalmente a instituição reserva um momento especial para homenagear seus policiais pelo tempo de serviço prestado à sociedade. As medalhas “Valor Policial Militar” nas cores ouro, prata e bronze foram concedidas aos militares como mérito profissional pelos 28, 20 e 10 anos de dedicação à PMES, respectivamente.

Além das medalhas, a Corporação fez o reconhecimento público à atuação do coronel da reserva Ilton Borges Correia como excelente líder e autêntico exemplo a ser seguido. O oficial recebeu das mãos do governador uma placa em homenagem aos seus inestimáveis serviços prestados ao povo capixaba.

Outro ato que marcou a solenidade foi a promoção de oficiais combatentes, conforme nova legislação que regulamenta a ascensão aos postos do oficialato nesse quadro. De acordo com a lei complementar nº 848/17, o dia do aniversário da PMES foi uma das datas escolhidas, no decorrer de cada ano, para que aconteçam promoções de oficiais. As madrinhas e os padrinhos foram os responsáveis pela colocação dos galões que simbolizaram a ascensão dos oficiais aos novos postos.

A instituição reserva um momento especial para homenagear seus policiais pelo tempo de serviço prestado

Na sequência da cerimônia, em seu discurso, o comandante-geral, Nylton Rodrigues, destacou o período de reestruturação pelo qual passa a PMES, destacando que a instituição tem adotado medidas modernizadoras para que as expectativas da sociedade sejam atendidas. “Nossa grande responsabilidade à frente da Polícia Militar é tratar bem da nossa história, honrá-la e conduzir a PM ao encontro dos anseios da sociedade capixaba, com a certeza de que existimos pelas mãos do povo, existimos graças ao trabalho do povo, existimos pela sociedade e para a sociedade. Somos filhos do povo capixaba”, salientou.

Igualmente destacando a importância da Polícia Militar, o secretário de Segurança Pública, André Garcia, assegurou o compromisso da Instituição com o povo capixaba. “A Polícia de Ortiz mantém seu comprometimento com o Espírito Santo e, com sua reformulação, se tornará cada dia mais forte e mais presente na vida de todos”, pontuou.

Mesmo com procedimento cirúrgico complementar agendado para dar continuidade ao tratamento do tumor na bexiga retirado no último dia 03 de fevereiro, o governador Paulo Hartung explicou que transferiu a data do procedimento para acompanhar a solenidade que faz parte da reconstrução da Polícia Militar.

Outro ato que marcou a solenidade foi a promoção de oficiais combatentes, conforme nova legislação que regulamenta a ascensão aos postos do oficialato.

“Essa instituição existe por conta do trabalho do povo capixaba, que tem uma renda baixíssima na média de R$ 1.900. Essa instituição está passando por uma refundação e reinvenção. Eu tinha que estar aqui ao lado de um pedaço dessa oficialidade que começa a ganhar protagonismo com essa nova lei. Nosso olhar sempre enxerga a Polícia Militar cada vez melhor na contraprestação de serviços para população capixaba”, cravou.

Hartung ressaltou que as medidas e ações para modernização da PM surgiram com a participação e colaboração de pesquisadores e estudiosos que fazem parte do quadro da instituição. Ainda durante o evento, o chefe do executivo estadual assinou um Projeto de Lei, que será encaminhado à Assembleia Legislativa para aprovação do bônus pecuniário – incentivo destinado aos policiais responsáveis por apreensões de armas de fogo.

Ao destacar a história e o período de refundação e reinvenção da PMES, o governador Paulo Hartung afirmou que é necessário que a instituição olhe para trás, cultuando sua história, seus feitos e importância, com a visão no futuro a fim de que se torne cada vez melhor. “O nosso olhar para frente é um olhar de quem enxerga uma Polícia Militar cada dia melhor no seu papel de contraprestação de serviço ao nosso patrão, ao meu e ao de vocês, que é o povo capixaba, o bravo povo capixaba”.

Para finalizar a solenidade, o governador realizou oficialmente a entrega de 53 novas viaturas à PMES, que vão reforçar o policiamento no Estado.

Deixe seu comentário