Os moradores e turistas que visitam o balneário de Guarapari terão em breve uma nova rodoviária no município, localizada no Trevo da BR 101. Com a mudança do local, as rotas dos ônibus intermunicipais vão sofrer alterações. A divulgação destas alterações deixou passageiros insatisfeitos com a proposta de mudança.

ônibusInter
Os ônibus intermunicipais que passam por dentro da cidade, só poderão passar no entorno do município. Foto: Vinicius Rangel

Isso porque a informação é que com a abertura do Rodoshopping (rodoviária), os ônibus intermunicipais que passam por dentro da cidade, só poderão passar no entorno do município. O novo trajeto seria pelo contorno do bairro Setiba, na Rodovia do Sol. Assim, quem precisar ir para Vitória ou Vila Velha, só poderá embarcar no ônibus na nova rodoviária. Passageiros prometem entrar na justiça para impedir as novas rotas.

Abaixo assinado.  Essa nova regra causou indignação em alguns passageiros. De acordo com o passageiro José Derli Vieira, 57 anos, um abaixo assinado com mais de 1200 assinaturas, está circulando entre os usuários das linhas, para que a rota não seja modificada. José que trabalha em Vitória, afirmou que se uniram junto a outros três passageiros e protocolaram um documento informando a situação no Ministério Público do Espírito Santo (MPES) e também no Departamento de Estradas e Rodagens do Espírito Santo (DER-ES).

Ônibus
Passageiros e protocolaram um documento informando a situação no Ministério Público e também no Departamento de Estradas e Rodagens do Espírito Santo (DER-ES). Foto: Vinicius Rangel

“Além do MPES e do DER, nós fomos à Prefeitura de Guarapari e protocolamos um pedido para que eles cancelassem essa nova rota. Isso vai prejudicar demais a gente. Hoje os ônibus passam em vários pontos dentro da cidade. Agora querem acabar com esses pontos e colocar lá na nova rodoviária, que fica afastado da cidade. Vamos à justiça se algo não for feito”, afirma José.

Diante do pedido dos usuários dos ônibus intermunicipais, O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Guarapari, informou através de nota que abriu procedimento para apurar o caso. Caso sejam constadas irregularidades, serão tomadas as medidas legais cabíveis.

Sem definição.  Perguntado sobre o assunto na última entrevista coletiva que concedeu, o prefeito Orly Gomes esclareceu que ainda não foi definido se depois que a rodoviária ficar pronta, os ônibus intermunicipais vão ficar proibidos de circular dentro da cidade. “Isto não está definido. Nós vamos definir isso junto com a empresa que constrói a rodoviária, as empresas de ônibus e a população. As ações que temos que tomar é de equilíbrio. Nós não podemos penalizar a população”, esclareceu.

Prefeito Orly Gomes anuncia medidas de economia. Foto: PMG
Prefeito Orly Gomes diz que situação ainda não foi definida. Foto: SEMCOS/PMG

O prefeito afirmou que ainda é preciso analisar a situação do trajeto. “Não existe a possibilidade de um ônibus sair da rodoviária, passar pelo contorno e ir para Vitória. Ele tem que passar por dentro de Guarapari. Ele pode não passar pelo Centro, mas ele vai ter que passar por Muquiçaba e fazer seu trajeto, porque nós temos pessoas no Aeroporto, em Perocão, Santa Mônica e Setiba”, finalizou.

Por João Thomazelli e  Vinicius Rangel

Deixe seu comentário