O problema da falta de espaço para sepulturas nos cemitérios públicos de Guarapari já foi tema de várias reportagens do Portal 27. Veja aqui e aqui. O problema é tão sério que no começo da semana passada, até mesmo a direção municipal do Partido Ecológico Nacional (PEN), encaminhou para a prefeitura uma solicitação para que o problema fosse resolvido rapidamente.

Em um trecho do documento o PEN afirma que: “Ressalto ainda que essa necessidade é um direito constituído na nossa Carta Magna e que em Guarapari se faz latente que o poder público auxilie aquelas que mais precisam numa hora em que as famílias estão mais expostas…”.

Os cemitérios do Coroado e do Centro estão no limite da ocupação. Foto: João Thomazelli/Portal 27
Os cemitérios do Coroado e do Centro estão no limite da ocupação. Foto: João Thomazelli/Portal 27

No fim da semana passada o problema de falta de espaço nos cemitérios de Guarapari foi parcialmente resolvido. A prefeitura realizou um pregão presencial para contratação de 500 campas (jazigos) por um período de 3 anos. O valor foi de R$ 1 milhão.

Os jazigos vão ser disponibilizados para o sepultamento de pessoas carentes, indigentes, e moradores da cidade que nãopodm pagar as despesas de funeral de seus entes falecidos.

A prefeitura também explicou que a Secretaria de Obras já possui um projeto para a criação de um novo cemitério na cidade. “A Secretaria de Obras já possui projeto para área dentro do município e está aguardando a conclusão do licenciamento ambiental. Assim, será dada continuidade aos procedimentos para criação de novo cemitério em Guarapari. Cabe informar ainda que no cemitério São Tobias, no bairro Coroado, há campas disponíveis para novos sepultamentos”, informou em nota.

Deixe seu comentário