O diretor do Hospital São Judas Tadeu, Carlo Frederico Machado, teve a oportunidade de falar sobre os problemas com as mortes de bebês, em uma reunião na Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), com a Comissão de Saúde da Casa. Participou também da conversa o secretário Estadual de Saúde,

Dr. Carlos Frederico justifica a morte de bebês no São Judas Tadeu. Foto: Assessoria/Ales
Dr. Carlos Frederico justifica a morte de bebês no São Judas Tadeu. Foto: Assessoria/Ales

Ele manteve o discurso que vem fazendo a imprensa. Disse que existe dificuldade de recursos e na realização do pré-natal, por parte da adminstração pública. Uma audiência pública será feita no próximo dia 21, na Câmara Municipal, para discutir o assunto. Os representantes da Casa pedem a participação da população, para que todos os setores da sociedade sejam ouvidos.

Deixe seu comentário