Na última semana recebemos com alegria a informação de que as praias da Enseada Azul, em Nova Guarapari, podem receber a certificação Bandeira Azul. A Bacutia é a mais cotada. Mas enquanto tem praia em Guarapari que pode ter certificado internacional de qualidade, outras praias do município recebem esgoto sem tratamento.

O riacho hoje é uma manilha que jorra esgoto. Foto: João Thomazelli/Portal 27
O riacho hoje é uma manilha que jorra esgoto. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Um dos exemplos mais claros da degradação das praias pode ser visto na Praia do Riacho. A praia, que se estende até Nova Guarapari, recebeu este nome por causa de um pequeno riacho que deságua na praia.

Mas hoje o riacho está manilhado e o que deságua na praia é esgoto puro, negro e fedorento. O riacho recebia águas das galerias pluviais e com o passar dos anos a população dos bairros vizinhos foram fazendo ligações clandestinas de esgoto e contaminaram completamente o riacho.

O valão recebe esgoto de três bairros antes de chegar ao rio Perocão. Foto: João Thomazelli/Portal 27
O valão recebe esgoto de quatro bairros antes de chegar ao rio Perocão. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Indo para o litoral norte da cidade encontramos duas situações que entristecem quem gosta de praia e de qualidade de vida. O belo canal e as praias da Vila de Perocão recebem esgoto dos bairros Aeroporto, Jardim Europa, Jardim Santa Rosa e Jabaraí. O valão tem quilômetros de comprimento e deságua no rio Perocão e vai para o mar.

O valão é formado também por ligações clandestinas de esgoto, já que Aeroporto, Jabaraí e partes de Jardim Europa e Santa Rosa possuem rede de coleta de esgoto.

Ainda em Perocão, em maio deste ano a própria prefeitura fez uma ligação de esgoto clandestina jogando o que jorrava no meio da rua para o canal. Depois disso, o cheiro no local, em frente a um restaurante, é insuportável.

No lindo canal de Perocão são lançados diariamente toneladas de esgoto in natura. Foto: João Thomazelli/Portal 27
No lindo canal de Perocão são lançados diariamente toneladas de esgoto in natura. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Logo depois de Perocão temos a bela Praia de Santa Mônica. Ideal para esportes náuticos por causa das águas calmas e  berçário de várias espécies marinhas, a praia recebe diretamente as águas do rio Uma, que há quase um ano está laranja e sem vida marinha. Vejas as reportagens aqui e aqui.

Para piorar em vários pontos da praia existem manilhas que deveriam ser para escoar as águas da chuva, mas, novamente por causa de ligações clandestinas, jorram esgoto sempre que as galerias se enchem e os detritos vão parar nas areias da praia.

Prefeitura

A reportagem do Portal 27 com a secretária de meio ambiente do município, Jéssica Martins, para falarmos das situações das praias citadas nesta reportagem.

A primeira notícia sobre a praia do Riacho é animadora. Confira o vídeo:

 

Já para as praias do litoral norte de Guarapari, as soluções são um pouco mais complexas. O bairro Santa Mônica ainda não possui rede de coleta de esgoto e não há previsão para obras neste sentido em um futuro próximo.

Já no Bairro Perocão, pelo menos o problema do esgoto que foi ligado pela prefeitura no canal de Perocão deve ser resolvido quando a Estação de Tratamento de Esgoto do bairro for concluída, o que deve acontecer nos próximos meses.

Deixe seu comentário