A gripe H1N1 deixou em alerta a população capixaba nos últimos meses. Logo as vacinas disponibilizadas nas unidades de saúde de Guarapari acabaram, assim como em todo o Estado, devido à grande procura. Nesta semana, um novo lote com 150 mil doses chegou ao Espírito Santo e esta semana uma nova etapa de vacinação está sendo realizada.

vacina
Ultimas doses da vacina devem acabar hoje em Guarapari. Foto: divulgação Sesa.

Em Guarapari, as doses estão praticamente no final e a prefeitura prevê que ainda hoje as doses restantes acabem. Mas para a população atendida pela Unidade de Saúde de Meaípe, a campanha desta semana ainda nem começou.

“Eu fui na quarta-feira e quinta-feira lá para receber a vacina, mas me informaram que o funcionário responsável pela aplicação das doses estava doente e não tinham previsão para ele voltar”, reclama a moradora de Nova Guarapari Raquel Ribeiro.

Raquel, que não conseguiu se vacinar na última campanha está apreensiva sobre a possibilidade de acabar novamente e ela ficar sem a imunização.

Prefeitura

Apenas moradores da região atendida pela Unidade de Saúde de Meaípe e que façam parte dos grupos prioritários poderão receber a vacina. Foto: prefeitura de Guarapari
Apenas moradores da região atendida pela Unidade de Saúde de Meaípe e que façam parte dos grupos prioritários poderão receber a vacina. Foto: prefeitura de Guarapari

A Prefeitura de Guarapari informou que nesta sexta-feira (10) o funcionário deverá retornar ao trabalho. Mas é válido lembrar que apenas pessoas que são atendidas por aquela Unidade de Saúde, de acordo com sua moradia, poderá receber a dose.

“O servidor responsável na Unidade encontra-se de atestado médico e nesta sexta-feira haverá o retorno do serviço para o público prioritário daquele território sanitário.

Hoje, a Secretaria Municipal de Saúde está realizando a aplicação das últimas doses disponíveis em todas as unidades do município. A previsão é de que ao final do expediente o atual lote disponibilizado pela Secretaria Estadual de Saúde esteja encerrado.

Vale lembrar que nesta etapa estão sendo vacinados apenas os seguintes grupos prioritários:

– Gestantes (qualquer idade gestacional);

– Puérpera (até 45 dias após o parto);

– Idosos acima de 60 anos;

– Crianças de 06 meses até 4 anos, 11 meses e 29 dias”.

Espírito Santo foi o Estado que mais imunizou

O Espírito Santo é o Estado da federação que atingiu a maior cobertura vacinal contra a gripe, até a tarde desta quarta-feira (08).  Até as 16h30, o Espírito Santo alcançou 98,36% da cobertura e imunizou 872.978 pessoas do grupo prioritário. Em segundo lugar na cobertura vacinal está o Estado de São Paulo e, em terceiro, o Distrito Federal.

A vacinação contra a gripe no Espírito Santo começou no dia 18 de abril seguindo um cronograma por grupo prioritário, imunizando inicialmente gestantes, puérperas e trabalhadores da saúde. No dia 30 de abril, início da campanha nacional, a vacinação foi destinada a todas as pessoas que compõem o grupo, incluindo idosos, indígenas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas com doenças crônicas e condições clínicas especiais.

Após o término da campanha, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), comprou 150 mil novas doses da vacina com o objetivo de atingir 100% do grupo prioritário. A vacinação foi retomada nesta terça-feira (07) e segue até a sexta-feira (10). Serão imunizadas, prioritariamente, crianças de seis meses a menores de 5 anos de idade, gestantes, puérperas (mulheres no período até 45 dias após o parto) e pessoas com 60 anos ou mais. A Secretaria de Estado de Saúde, reforça que somente as pessoas desse grupo devem procurar os postos de vacinação municipais nesse período.