JB Padrão
Ribero e Padua
Banner TOP

As Comissões de Economia e Finanças e Meio Ambiente, Agricultura e Pesca realizaram a segunda reunião extraordinária de 2019, nesta sexta-feira (10). O objetivo era receber esclarecimentos do supervisor dos operadores de máquinas do município, Francisco de Assis Pereira Duarte, sobre as péssimas condições das estradas na zona rural de Guarapari.

Secretário. O presidente da Comissão de Economia e Finanças, vereador Marcos Grijó (PDT), relatou que inicialmente o secretário de Obras foi convocado pela Comissão de Obras para dar explicações sobre o uso das máquinas do município e ao ser questionado sobre a falta de manutenção das estradas no interior, afirmou que determina que o serviço seja realizado. Por isso, as duas Comissões decidiram dar continuidade na investigação e convocaram o supervisor.

Vereador Clebinho Brambati e vereador Grijó.

Segundo Grijó, o supervisor foi questionado se a falta de manutenção nas estradas do interior se dá devido a falta de equipamentos, de material ou de boa vontade do Poder Executivo. “Não dá para o produtor rural ficar cada vez mais prejudicado sem atendimento de qualidade, uma vez que o poder público tem recursos e equipamentos contratados para isso. Temos respeito pelo produtor rural e queremos uma estrada de qualidade para atender tanto no escoamento da produção quanto no favorecimento do transporte escolar”, disse o presidente.

Materiais. Ainda de acordo com o parlamentar, o supervisor afirmou que trabalha com uma patrol, uma reta e um caminhão e que materiais como solo brita, usados na recuperação das estradas, muitas vezes faltam. Já o supervisor afirmou que tem equipamentos para realizar o serviço e segue um planejamento. “Tenho uma rota e minha prioridade são as estradas por onde passam Kombi escolar, Van e ônibus. Depois que estão prontas a gente faz as estradas vicinais. Isso é de acordo com o tempo porque se chover, não vou mexer nas estradas de chão. O equipamento que eu uso está me favorecendo. Se deu problema, ela para e conserta. Há caçamba, reta e patrol e não há necessidade de embolar mais três ou quatro máquinas”, disse Francisco.

Pastas. Para o vereador, além da falta de manutenção nas estradas do interior, a prefeitura prejudicou os agricultores com a junção das pastas de Agricultura e Meio Ambiente. “Essa administração já mostrou desde o início que não tem foco na agricultura de Guarapari, uma vez que uniu as Secretarias de Agricultura e Meio Ambiente. O Bolsonaro tentou fazer essa união e foi orientado que não daria certo. A administração aqui não aprende nem com o Governo Federal e insiste em coisas que não funcionam”, criticou Grijó.

O presidente da Comissão de Economia e Finanças afirmou que vai continuar cobrando resultados. “Vamos avaliar o resultado das duas reuniões e encaminhar uma preposição para a Secretaria de Obras solicitando que adquira mais material, principalmente, solo brita para a recuperação das estradas e que reveja o planejamento. E se for necessário, vamos fazer o encaminhamento ao Ministério Público, finalizou o vereador.

Camara Municipal de Guarapari – Participe
Ideally

Banner Marcelo
Institucional MAllagutti

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here