Em fiscalização na BR-101, Km 345, na noite desta quinta-feira (25), a PRF abordou um veículo Corolla com placas de Araçatuba – SP. No interior, estava P. G. S., 43 anos, conhecido como Paulo “Paraguaio”. Ele havia sido preso pela Polícia Federal em Sergipe, em 2013, acusado de ser o proprietário de aproximadamente 310 quilos de maconha e 8 quilos de haxixe. Contra ele havia mandado de prisão.

Paulo “Paraguaio”, 43 anos, foi preso em 2013 acompanhando carga com mais de 300 kg de maconha e 8 kg de haxixe, no Nordeste.
Paulo “Paraguaio”, 43 anos, foi preso em 2013 acompanhando carga com mais de 300 kg de maconha e 8 kg de haxixe, no Nordeste.

Em sua companhia, conduzindo o automóvel, estava J.C.L., 23 anos, além das respectivas esposas. O condutor se identificou como “cigarreiro”, como são conhecidas as pessoas que atravessam a fronteira com grandes quantidades de cigarro. Eles afirmaram estarem hospedados no balneário de Meaípe. Ele afirmou estar avaliando o mercado local de cigarros contrabandeados para tentar expandir sua atuação.

O Toyota Corolla em que estavam chamou a atenção dos policiais durante a vistoria por apresentar numeração identificadora de chassis e número de motor muito novos para um veículo com cinco anos de uso. Com o uso de técnicas mais detalhadas de identificação veicular, os policiais chegaram à verdadeira numeração do automóvel, que fora roubado em São Paulo há cerca de três semanas, e circulava com placa e chassis clonados.

Os dois homens foram encaminhados a 5° Delegacia Regional de Guarapari. O veículo foi apreendido.