Policiais civis da 5ª Delegacia Regional de Guarapari realizaram uma operação nessa segunda-feira (15) e prenderam T.B.S., 26 anos, suspeito de tráfico interestadual de drogas. Com ele foram apreendidos 1,7 quilos de crack. O homem foi detido em casa no bairro Ipiranga, no município. De acordo com o titular da Regional, delegado Robson Alves Damasceno, T.B.S. é apontado como ajudante de uma quadrilha que transporta entorpecentes de Ponte Nova, em Minas Gerais, para Guarapari.

regional_guarapari_15_09_001
Quadrilha transporta entorpecentes de Ponte Nova, em Minas Gerais, para Guarapari.

Na residência do detido, os policiais encontraram um pote de ácido bórico com algumas pedras de crack de aproximadamente 25 gramas e uma sacola plástica contendo 1,3 quilos de crack , porém na forma de pó. “Encontramos um tabuleiro com grande quantidade de um pó branco, vários potes de ácido e um liquidificador em cima da pia”, informou o delegado.

O detido foi encaminhado à delegacia e, em depoimento, confessou que o pó branco encontrado no tabuleiro tratava-se de insumo para mistura da droga. “ O suspeito disse que o material encontrado na pia seria usado para transformar crack em cocaína”, contou o titular.

regional_guarapari_15_09
Ele foi autuado por tráfico de drogas e posse ilegal de arma.

O delegado contou que, na noite da última sexta-feira (12), os policiais prenderam um dos responsáveis pela quadrilha, identificado como D.M.C., 33 anos. Com ele foi apreendido uma quantidade pequena de maconha, 25 gramas de crack além de uma pistola calibre 380 com dois carregadores e 18 munições intactas. Ele foi autuado por tráfico de drogas e posse ilegal de arma.

Segundo Robson Alves Damasceno, durante o depoimento T.B.S. confirmou que D.M.C. o procurou e ofereceu a quantia de R$ 1.000 para que ele guardasse e misturasse a droga.T.B.S. e D.M.C. foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Guarapari, onde permanecem à disposição da Justiça.

Com informações da policia civil.

Deixe seu comentário